terça-feira, 18 de novembro de 2014

Paulo André esteve na Arena da Baixada na partida contra o Sport

paulo andre atletico pr
Paulo André no Atlético em 2015.
Paulo André, ex-jogador do Furacão, respondeu a questionamentos sobre sua passagem por Curitiba no final de semana, no programa Bate-Bola da ESPN Brasil.

Segundo o zagueiro, ele veio para rever alguns amigos, como Lúcio Flávio e Alex, e também para conhecer a nova Arena da Baixada, onde conversou com Mario Celso Petraglia, presidente do Atlético Paranaense.

Em outras palavras, o jogador disse ser admirador do modelo de gestão implementado no clube, e por isso tem curiosidade e interesse em conhecer como o clube é administrado.

Além disso, lembrou que jogou no Furacão entre 2005 e 2006, e por isso tem admiração pelo clube.

Sobre a possibilidade de retornar a jogar pelo Atlético, Paulo André lembrou que tem contrato com o Shanghaï Shenhua até o final de 2015.

Fonte: ESPN Brasil

SRN

---

Leia também:

O Bom Senso F.C. faz sentido
Paulo André "clama" pela democratização da CBF.
O bom senso contra o "sistema", já escolheu seu lado? Eu já!


---
RSS - Twitter - Facebook

10 coisas para o Atlético Paranaense ter um 2015 melhor que 2014

E se, em 2015...

... Marcelo ficar no Furacão em 2015, só sendo vendido com proposta de fora.

... Douglas Coutinho, ainda RESERVA do time, ficar para ainda tentar virar ídolo do clube.

... Ederson voltar ainda mais maduro para disputar posição com Cleo.

... o Atlético Paranaense renovar com Sueliton.

... Weverton ficar para virar definitivamente ídolo do clube.

... mais um zagueiro bom e experiente for contratado.

... o Atlético Paranaense acertar na contratação de um meia que chegue para ser titular.

... Marcos Guilherme entrar aos poucos em 2015, amadurecendo para confirmar o potencial que ele, as vezes, demonstra ter.

... volantes que "destroem" e "constroem" forem contratados.

... Claudinei "sobreviver" a oscilações compatíveis com a qualidade do time.

Sugestões?

SRN

---

Leia também: E se em 2014...

---
RSS - Twitter - Facebook

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Objetivo cumprido, agora é a hora de fazer promoções para os sócios.

Público pós-reforma não aumentou. 
Podemos afirmar que o Atlético Paranaense não corre mais risco algum de rebaixamento, correto?

Pois bem, então é a hora de arrecadar o máximo possível com pequenos jogos que normalmente não dariam público. Além de incentivar novas associações visando 2015.

Com o preço atual do ingresso avulso, sem motivação extra de "jogos grandes", o público deve ficar abaixo da média nos próximos jogos em casa, contra Sport, Santos e Goiás.

Além disso, o modelo atual de novas associações complica a vida de quem se associa "no impulso", já que existe um "período de carência" para o novo sócio poder assistir aos jogos.

Num período de pouco apelo como o atual valeria a pena promoções como essas?


  1. Ingressos avulso a 100 reais.
  2. Sócios compram ingressos extras a 50 reais.
  3. Cortar o período de carência para novos Sócios até o final do ano.


Outras sugestões?

SRN

---

Atualização: O clube repetiu a promoção de algumas rodadas atrás. 35 timemanias com o Atlético Paranaense marcado como time do coração vale um ingresso. Fonte: http://www.furacao.com/materia.php?cod=45531

---
RSS - Twitter - Facebook

11 coisas que fariam o Atlético Paranaense ter um ano de 2014 melhor

E se a bronca pós-derrota no Maracanã fosse mais comedida...

E se tivessem segurado Mancini...

E se pagassem alguns milhões para segurar Everton...

E se renovassem com Luis Alberto por mais um ano...

E se contratassem reforços a altura para substituir Everton e Luis Alberto...

E se o gringo tivesse sido demitido antes...

E se o afastamento de Manoel tivesse sido melhor administrado...

E se tivessem contratado um zagueiro médio como Gustavo antes...

E se Marcelo tivesse voltado a jogar bola antes...

E se Marcos Guilherme entrasse aos poucos, com um meia mais experiente sendo titular...

E se os briguentos reincidentes de Joinville já estivessem proibidos de entrar nos estádios e o Atético não jogasse sem torcida tantos jogos...

Talvez tivessemos vencido essa...


... essa...



e essa partida...


E se tivessem vencidos essas 3 partidas, teríamos 53 pontos...

Olhando hoje para o passado recente, fica mais fácil encontrar alguns dos problemas que aconteceram em 2014.

Algumas dos "e se" citados aconteceram por falta de investimentos. Outros tantos por falta de "tato" dos envolvidos. Mas vários foram motivados por convicção de estar fazendo o certo.

Erros acontecem, mas é importante não repeti-los.

Que 2015 comece com a base formada em 2014, com maiores investimentos (mesmo que pontuais) em reforços, com melhor relacionamento da diretoria com os jogadores, com mais respeito com os sócios e com MUITO mais rigor no combate a violência.

Não que eu acredite nisso, mas é o meu desejo...

SRN

---

Em tempo: Se fosse eu o presidente, também cometeria alguns dos "erros" apontados no post, por pura convicção de estar fazendo o correto.

---
RSS - Twitter - Facebook