segunda-feira, 30 de junho de 2014

[Copa do Mundo 2014] Impressões e imagens de Austrália e Holanda, no Beiro-Rio.


Todos os estádios desta Copa do Mundo 2014, no Brasil, passam ótimas impressões.

Uns mais, outros menos.

Alguns pela beleza.

Alguns pelo tamanho.

Outros pela proximidade da torcida.

Outros pelo eco na hora dos hinos.

Consegui conhecer apenas dois, por enquanto: Arena da Baixada e Beira-Rio.

Sobre a Baixada já falei, mas insisto, ficará ainda mais incrível quando pronta, e com seus "moradores" oficiais: a torcida rubro-negra.

Quero falar agora do Estádio Beiro-Rio, que também ficou incrível.

Bonito e gigante por fora, com muitos acessos distribuindo bem o público na entrada, com corredores de acesso largos, cadeiras confortáveis, e pra minha surpresa, com ótima visão do campo, no primeiro anel.

No segundo anel, acredito que a visão comece a ficar prejudicada, como é comum em estádios ovais, mas não foi o caso da cadeira que fiquei.

Assistimos praticamente de camarote o golaço de Tim Cahill, da Austrália.

Olha o golaço do Tim Cahill!

Aliás, o jogo inteiro foi incrível, emocionante, valeu cada centavo (e foram muitos).

No mais, a cidade de Porto Alegre estava inteira mobilizada para o confronto, com direito a escolta e bloqueio de vias devido a presença de "gente importante" dos países envolvidos. O que obviamente deixou o trânsito caótico: uma hora e meia para chegar do aeroporto ao estádio, e o mesmo para voltar.

Já no aeroporto a situação foi tranquila com bastante espaço para assistir a eliminação da Espanha, foi só aguardar a hora do voo de volta.


Veja mais imagens do Estádio Beiro Rio na Fan Page do Blog do Furacão, e o vídeo do momento do hino da Holanda no Beira-Rio logo abaixo.




SRN

---
RSS - Twitter - Facebook

Intertemporada segue forte no CT do Caju

É tempo de Copa do Mundo, mas é legal ver que a inter-temporada está forte no CT do Caju.

Por isso vale divulgar aqui o trabalho bem feito da TVCAP cobrindo os treinamentos, disponível para o torcedor e imprensa, nos canais oficiais do Furacão.

Já teve jogo-treino contra o Metropolitano-SC, e pelos melhores momentos, Bady foi o cara na armação de jogadas, e Marcos Guilherme o meia que entra na área pra também marcar gols.

Pra mim, fica a esperança de ver a "meiuca" com Marcos Guilherme, Bady e Nathan jogando juntos, o que provavelmente só seria viável jogando num 4-2-3-1, com apenas um centro-avante centralizado.









E a novidade principal no grupo atleticano deve mesmo ser apenas o técnico Doriva, que fez excelente campanha no Campeonato Paulista 2014, pelo Ituano.



SRN

---
RSS - Twitter - Facebook

terça-feira, 17 de junho de 2014

[Vídeos] Ambiente divertido na partida entre Irã e Nigéria pela Copa do Mundo 2014

Ambiente do estádio


Pouco mais de 39 mil pessoas compraram ingressos para assistir o "pouco badalado" confronto entre Irã e Nigéria, pela primeira fase do Grupo F da Copa do Mundo 2014.

Como previsto o jogo foi fraco, mas a diversão foi garantida.

Torcedores das duas seleções marcaram presença em número até maior que o esperado por muitos, puxando gritos da torcida paranaense toda vez que algum ataque mais perigoso acontecia.

Além disso, o convívio pacífico entre as torcidas locais foi de dar esperança.

Tiração de sarro constante e sadia entre atleticanos, coxas-brancas e paranistas marcou o ambiente da inauguração oficial da Arena da Baixada.

Ambiente MUITO diferente de um campeonato Brasileiro, por exemplo.

O público é outro, a motivação é outra, mas é SIM possível resgatar esse ambiente para o futebol brasileiro.

Essas foram as minhas impressões.

Vídeos dos momentos pré-jogo


Entrada de Irã e Nigéria em campo



Hino do Irã



Hino da Nigéria



SRN

---
RSS - Twitter - Facebook

Irã vs Nigéria - Arena da Baixada - Curitiba

Imagens da Arena da Baixada na partida entre Irã e Nigéria.









---
RSS - Twitter - Facebook

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Atlético Paranaense anuncia Doriva, ex-Ituano, como novo treinador.

doriva_treinador
Praticamente duas horas antes da reabertura oficial da Arena da Baixada, pela Copa do Mundo 2014, com Irã contra Nigéria, o site oficial do Atlético anuncia o novo treinador do clube para o resta de 2014: Dorival Ghidoni Júnior.

Timing estranho!

Mas antes de qualquer crítica, comum com nomes "menos conhecido", é importante dar um tempo para analisar a carreira do novo treinador, que fez ótima campanha no Campeonato Paulista de 2014 com o Ituano.

Com ele vem o preparador físico Anselmo Sbragia, que está com a Seleção Brasileira nesta Copa do Mundo.

Muito sorte pra ele e, consequentemente, pra nós!

Segue a ficha apresentada pelo site oficial do Clube:

"Com 42 anos, Doriva se destacou no início deste ano, quando conquistou o Campeonato Paulista com o Ituano, em seu primeiro trabalho como treinador.

Em uma campanha de destaque, o Ituano de Doriva eliminou o Corinthians, Palmeiras e conquistou o título diante do Santos. Em 19 jogos na competição, foram dez vitórias e cinco empates.

Ex-jogador, Doriva teve passagens por São Paulo, Atlético Mineiro, Porto [Portugal] Sampdoria [Itália], Celta de Vigo [Espanha], Middlesbrough [Inglaterra] e Blackpool [Inglaterra]. Doriva defendeu também a Seleção Brasileira entre 1995 e 1998.

Ficha técnica: Doriva
Nome: Dorival Ghidoni Júnior
Data de Nascimento: 28 de maio de 1972
Local: Mirassol (SP)
Último time como técnico: Ituano (SP)"

SRN

---
RSS - Twitter - Facebook

segunda-feira, 2 de junho de 2014

Atlético Paranaense vence Figueirense em Florianópolis.

Os lances de Figueirense 1 vs 3 Atlético Paranaense



As considerações


  1. Weverton defendeu até vento;
  2. Douglas Coutinho, que jogou bem contra o São Paulo, mostrou capacidade de centro-avante;
  3. Marcos Guilherme corre o jogo todo e, sem comparações técnicas, suas participações para o time me lembram Adriano Gabiru;
  4. Nathan sem a bola ainda precisa evoluir muito, mas com a redonda nos pés é o melhor do elenco tecnicamente;
  5. Bady vai mostrando que pode ser útil;
  6. Natanel e Sueliton participam muito, erram várias, mas vira e mexe estão dando assistência;
  7. O quarteto defensivo da base esteve completamente perdido: Cleberson, Leo Pereira, Otávio e Deivid;

As notas

Weverton - 8
Sueliton - 7
Cleberson - 4
Leo Pereira - 4
Natanael - 5
Deivid - 5
Otávio - 3
Marcos Guilherme - 7
Bady - 6
Douglas Coutinho - 9
Ederson - 3
Nathan - 6
Cleo - sem nota
Mario Sergio - sem nota


SRN

---
RSS - Twitter - Facebook