quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Doze pontos conquistados em doze pontos disputados!

Portuguesa 2 x 3 Atlético, no dia 27 de julho de 2013, no Canindé.


Jogo atípico para o rubro-negro paranaense, com vitória que veio mesmo jogando mal, e com erro feio do árbitro a favor, coisa difícil de acontecer em Campeonatos Brasileiros de Série A.



Atlético Mineiro 1 x 2 Atlético, no dia 31 de julho de 2013, no Independência.


Vitória com muitos méritos pra cima do atual campeão da Libertadores, com o Furacão jogando muito bem, com uma proposta de jogo bem equilibrada, explorando as principais deficiências do adversário. De atípico, a "sorte", que não vinha acompanhando o rubro-negro na competição. "Sorte" essa que veio com a inconsequência de Bernard, que tirou a camisa e foi expulso.


Atlético 2 x 0 Goiás, no dia 04 de agosto de 2013, na Vila Capanema.


Primeira partida sem tomar gols, mas nem por isso a defesa foi bem. Mesmo num primeiro tempo ruim, levando sufoco em 3 oportunidades, o Furacão saiu na frente. Já no segundo tempo, o time voltou muito melhor, com Zezinho como segundo volante, e um Goiás mais aberto buscando o empate, o jogo foi dominado pelo Atlético, que ampliou o marcador com o artilheiro Ederson.



Atlético 1 x 0 Bahia, no dia 07 de agosto de 2013, na Vila Capanema.


Vagner Mancini manteve o time do melhor momento contra o Goiás, e manteve Zezinho como segundo volante, mostrando que iria pra cima do Bahia. E foi o que aconteceu. O Atlético fez uma blitz nos primeiros minutos de jogo criando boas jogadas, mas errando no último passe.

Depois o time buscou manter o ritmo pegado, mas tendo mais pressa do que velocidade, e que manteve o alto índice de passes errados.

No final do primeiro tempo, a expulsão infantil de Madson, do Bahia, acentuou o que o jogo já vinha mostrando: o time baiano recuou ainda mais e o Atlético dominou completamente a partida, com 67% de posse de bola ao final do jogo.

E num ótimo passe de Elias para Dellatorre, o atacante deu uma linda assistência para Paulo Baier, que mesmo jogando mal, guardou com categoria no cantinho.


---

tecnico atletico paranaense
#QueimaMinhaLinguaMancini

#QueimaMinhaLinguaMancini


Superando as minhas expectativas mais otimistas (ou realistas), Vagner Mancini conseguiu resultados excelentes a frente do Furacão até o momento.

Mesmo mudando bastante o setor que melhor funcionava no Atlético, o ataque, o novo treinador conseguiu atenuar bastante a falta de aproveitamento do time, que, com Drubscky, atacava muito, mas também errava muito.

Já na defesa, a entrada de Luis Alberto e a mudança dos volantes foi fundamental para o time tomar menos gols, mas o posicionamento ainda preocupa, principalmente nas jogadas que envolvem Pedro Botelho, hoje o pior jogador do time titular.

---

Vamos com calma


Sendo bem realista, pensando apenas nos 45 pontos necessários para ficarmos na Série A, se o Atlético conquistar 1 ponto nos próximos 6 disputados, contra Internacional e São Paulo fora de casa, ficarei satisfeito.

Isso porque, além da boa "gordura" conquistada nos últimos jogos, após esses confrontos complicados o Atlético enfrenta Criciúma e Botafogo em casa, além do Náutico fora. Todos jogos para vitória.

Qualquer coisa acima desse 1 ponto pode mudar o patamar do Atlético dentro do Campeonato.

SRN

---
RSS - Twitter - Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário