terça-feira, 4 de setembro de 2012

Depois de começo meio "torto", Atlético vira contra retranca do Boa Esporte

Valeu, São Pedro!
Direto ao que interessa: faltam 10 vitórias!

Agora um pouco sobre o jogo...

Esquema "torto"

O time entrou meio torto em campo, não sei se por orientação do treinador interino ou por falhas de posicionamento dos jogadores. Mas o fato é que até uns 15 minutos de jogo o Atlético jogava num 4-4-2 meio torto, com Henrique jogando aberto pela direita (onde sempre joga), Felipe mais no centro do que na esquerda e Elias como segundo atacante muito próximo de Marcão.

E nessa "tortura" toda (Rá), Naldo falhou bizonhamente e o Boa abriu o placar. Como também não criamos nada, Felipe, que errou tudo que tentou, saiu para a entrada de Marcelo. Aí sim voltando para um 4-2-3-1 com dois meias bem avançados e Elias fazendo a meiuca.

Retranca

Se mesmo empatado o time mineiro já estava retrancado, depois do gol ficou ainda mais atrás. O jeito foi tentar abrir as jogadas pelas laterais numa tentativa de abrir a defesa dos caras, por isso acertou Drubscky ao colocar Marcelo, ainda no primeiro tempo.

Arriscar ou não

No intervalo Drubscky sabia que precisava arriscar mais, e isso significava não tirar Elias do time para entrada de Baier, como costuma acontecer. A dúvida ficou entre Deivid e João Paulo.

Deivid marca melhor, mas tem constantemente errado o passe seguinte a roubada de bola, além de ter péssima qualidade nos chutes.

João Paulo não rouba tantas bolas como Deivid, tem um passe mediano, mas arrisca mais, e tem um chute ótimo.

Eu tiraria Deivid...

Gols

Contra um time retrancado os gols constumam sair assim, pelas laterais ou em bolas paradas. Foi o que aconteceu, e Pedro Botelho pra mim foi o melhor em campo por isso.


Marcelo fez bem o papel que costuma fazer nas jogadas pelo lado oposto do que joga: fechar na diagonal, como na excelente antecipada no zagueiro no lance do primeiro gol. Mas quando as jogadas são pelo lado dele, ele carrega bem a bola, tem velocidade, mas na hora de finalizar/passar sempre erra, impressionante.

Público

Quase 4 mil pessoas, numa terça-feira a tarde, contra o Boa Esporte, na Série B... EXCELENTE!

Piores

Naldo - falha bizonha no gol adversário
Henrique - errou demais;
Felipe - errou mais ainda;
Marcão - não fez gol (matador caneleiro se não faz gol é pior em campo)

Melhores

Pedro Botelho - técnico, rápido, bons passes;
Maranhão - extremamente regular;
Marcelo - pelo oportunismo, pela velocidade e pela antecipada no primeiro gol.

SRN (faltam 10)

---
Blog do Duune no Facebook
Camisas do Furacão com preços acessíveis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário