quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A incompetência dos clubes cariocas

...neste caso, do Botafogo!

Isso não é um elogio a torcida do Atlético-PR, mesmo porque, pra mim a presença de público em Paranaguá foi muito abaixo do que poderíamos fazer.

Mas ontem, após ver o público na partida entre Botafogo e Palmeiras, pela Sul-americana, com o craque Seedorf em campo, a comparação foi inevitável.

O Furacão, jogando a Série B, a 100 km longe de sua cidade, está com uma média de público ridúcula de mais ou menos 2500 pessoas por jogo. Contra o Criciúma, na última rodada, foram cerca de 4000 torcedores.
Jogando em Paranaguá o Atlético teve uma média baixa de público.
O Botafogo, tratado como um dos grandes clubes do Brasil, jogando uma competição internacional, com o craque Seedorf em campo, jogando em seu estádio, um dos mais modernos do país, contra o Palmeiras, colocou 2434 pagantes! Nos últimos jogos, a média dos alvi-negros na Série A é de pouco mais de 4000 torcedores. Bizarro né!?

O efeito Seedorf passou em 3 rodadas.

Pra galera que se conforma com o discurso (que é válido) de "temos muito menos dinheiro, não tem como bater de frente com os clubes do eixo assim", esse é um exemplo de onde podemos fazer diferença.

#FicaDica

SRN

---
Blog do Duune no Facebook
Camisas do Furacão com preços acessíveis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário