segunda-feira, 18 de junho de 2012

A péssima estreia de Ricardo Drubscky

Gramado horrível em Paranaguá
Ricardo Drubscky

O novo técnico do Atlético já deu os primeiros sinais de que é um "técnico comum" do futebol brasileiro.

Quando digo comum, quero dizer que é daqueles que passam a carreira treinando times das divisões de acesso pelo Brasil.

Algumas afirmações e atitudes no sábado me fazem pensar assim:

- Drubscky afirmou que enfrentamos um "grande" adversário, o Goiás. Tá de brincadeira né... o time deles é fraquíssimo, se limitou a marcar durante a partida toda.

- Disse também que "viu vários pontos positivos na equipe, e que a equipe já está um pouco organizada"... deve ter cheirado meia então, pois não tivemos organização alguma, jogando num falso 4-4-2, que na verdade era um 4-3-3 com Harrison escondido na ponta direita.

- Fez substituições completamente equivocadas, já que trocou Harrison, que estava em posição errada por Pablo, também em posição equivocada. Depois trcou 6 por meia duzia, colocando Ricardinho no lugar de Edigar Junio. E pra imitar Carrasco, tirou o centro-avante Fernandão, que era o único que consiga ganhar as bolas lançadas da defesa pra colocar Bruno Furlan. Ou seja, com o meio campo não funcionando, mexeu apenas no ataque, como contra o CRB.


Enfim, começou mal Ricardo Drubscky, espero que com uma semana de trabalho, defina o esquema, e não mantenha dois volantes contra o Ceará, que é outro time que vem mal.

Unidade móvel da PlanetaCap
Gigante do Itiberê

Chegando em frente ao estádio, pareceu simpático, confortável, com ruas tranquilas e clima acolhedor.

Mas na parte de dentro, que é onde interessa, tudo deixa a desejar. Começando pela estrutura pra imprensa, semelhante a Vila Capanema, ou seja, nível de futebol amador mesmo.

O gramado nem se fala, completamente impraticável. E aí foi o que tirei de bom da entrevista de Ricardo Drubscky, disse ele: "a diretoria tem que rever isso aí". E tem toda razão o treinador, pois pra jogar ali terá que treinar o time pra jogar bola na área o tempo todo, pois a bola não rola de jeito nenhum.

E pra completar, as arquibancadas, com "bancos" que atrapalham em vez de ajudar, muito mal feito.

SRN

Nenhum comentário:

Postar um comentário