quarta-feira, 9 de maio de 2012

Carrasco, não queira se "abrasileirar"!

Ele mesmo disse: "estou tentando me adaptar ao futebol brasileiro".

Essa foi a explicação pra substituição que tirou Martin Liguera e colocou Renan Teixeira no time.

O primeiro fato, o da "adaptação", se isolado, não me preocuparia. Mas somando a afirmação de Carrasco  à alteração efetuada no Atletiba, só consigo imaginar uma coisa: a tal "adaptação" ao futebol brasileiro está sendo confundida com "fazer igual aos técnicos brasileiros", e isso sim pode ser um problema para o futuro do treinador, e do Furacão.

Quando se coloca Renan Teixeira como volante, no final de uma partida que se está vencendo, se admite o objetivo único de "destruição" naquele setor, seja com ou sem a bola nos pés. E foi o que aconteceu a partir da sua entrada, todas as bolas passaram a chegar quadrada no ataque.

Quem sabe deixar Deivid como primeiro volante, além de Zezinho e Liguera completando a marcação por ali, mas saindo com qualidade para o contra-ataque, seria "mais futebol brasileiro" e "menos estilo técnico brasileiro". E melhor assim, porque técnicos "estilo" brasileiros tem aos montes por aqui.

---

Contra o Cruzeiro, hoje, pela Copa do Brasil, até concordo com o posicionamento que, ao que tudo indica, o Atlético vai entrar. Com 3 homens fazendo a marcação no meio, e outro mais a frente, formando um losango, ou um 4-3-1-2. Mas o problema não tem sido o posicionamento, mas sim as peças.

Renan Teixeira deve ser o volante, muito por falta de opção, já que não temos outro meia que jogue e marque como Zezinho tem feito, e bem. Alguns falam em Alan Bahia, mas pra mim, seria ainda mais fraco na marcação, e não muito diferente com a bola nos pés.

O jeito é torcer pra Renan ir bem na base da raça, pois isso parece lhe sobrar!

Pra completar, hoje eu iria assim



SRN

Um comentário:

  1. Bom Dia,

    Gostaríamos de lhe fazer uma proposta, caso tenha interesse em conhecê-la pedimos a gentileza de que entre em contato conosco pelo e-mail divulgacao@jurua.com.br.

    Atenciosamente,
    Alex Chagas
    Juruá Editora

    ResponderExcluir