segunda-feira, 3 de outubro de 2011

D'Alessandro e a patética simulação da "balinha de chumbo".

Já virou regra entre a juizada dar cartão amarelo por simulação de faltas, sendo essa uma orientação da própria FIFA.

E o caso ridículo da "balinha de chumbo"... não merece punição?

Pra quem não percebeu, o objeto era uma bala.

É lógico que o infeliz que atirou uma bala pro campo é um imbecil, ou até mesmo um adversário infiltrado, e cabe ao clube identificá-lo e retirá-lo do gramado, como o fez.

Mas a simulação de D'Alessandro visou apenas tumultuar a partida, o que seria perfeitamente passível de cartão amarelo. #FicaADica

2 comentários:

  1. Fosse na "Era João Havelange" o Atlético perderia quinhentos pontos ou coisa parecida...

    ResponderExcluir
  2. Pois é... Pelo menos agora o clube que identificar o infeliz não corre risco de punição...

    Mas nessa onda de politicamente correta, onde é proibido xingar ou aplaudir o árbitro... simulação como a do D'Alessandro continua permitido...

    ResponderExcluir