segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Acreditar como?

Tem hora que não tem mais como deixar a razão olhar pra emoção e não dar risada!

A verdade é que neste campeonato o Atlético viveu de espasmos, tendo seqüência de alguns bons resultados apenas em um momento, com Renato Gaúcho.

Vitórias como contra o Flamengo, Santos e Internacional vem seguidas de partidas bizarras como contra América-MG, Figueirense e Avaí.

Bom futebol mesmo foi apresentado em raríssimas oportunidades.

Pra mim, o divisor de águas acontece na partida contra o América-MG, na Arena, quando não passamos de um empate apresentando um futebol medíocre. A partir daí foram 5 partidas sem vencer em casa, e isso foi determinante para a nossa situação atual.

Não vencemos América-MG, Atlético-MG, Palmeiras, Figueirense e Fluminense; e agora precisamos vencer Vasco, Ceará, Atlético-GO, São Paulo e Coritiba, além de um partida fora de casa.

Sem pensar no futebol que o Atlético vem apresentando no campeonato, parece "apenas difícil"... mas lembrando da sequência do Furacão desde que Antônio Lopes assumiu, beira o impossível.


A cada rodada que passa teimo em achar um ponto positivo para a próxima partida: um desfalque que volta; um adversário que não joga; a torcida vai empurrar... não consigo mais encontrar nada...

Isso não é abandonar o barco, jogar a toalha, ou qualquer m&#%$ dessas...

É lógico que vou acreditar e empurrar até o fim... (emoção)

Mas hoje a situação é tão clara que não consigo mais enxergar uma salvação para este ano rubro-NEGRO. (razão)

Nenhum comentário:

Postar um comentário