sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Com Baier driblando até poças d'água, Furacão vence debaixo de um dilúvio.

Ontem não pude ir a Baixada.

Não vi nada do primeiro tempo, que segundo o camarada @lucaskalache, foi sofrível de se assistir.

No segundo tempo deu pra acompanhar metade pelo rádio, a caminho de casa, e o final pela televisão.

E mesmo com os avisos dos comentaristas da rádio sobre a forte chuva, além de ter enfrentado a mesma no trânsito, me surpreendi com a quantidade de água no gramado da Arena ao chegar em frente a televisão.

Nessas condições de jogo não tem como se avaliar tática alguma, então acaba sendo na base da vontade e da inteligência do jogador. E na combinação desses quesitos ninguém bate Paulo Baier.

Enquanto todos os jogadores estavam tomando de 10 a 0 contra as poças d'água, Baier tratou de driblá-la. Coisas que parecem obvias com o campo nestas situações, como não carregar a bola, chutas a gol, forçar bolas na área, parecem fáceis falando. Mas e até chegar em frente a área, ou na linha de fundo, pra executar as jogadas de perigo? Deixa que o "Maestro" resolve.

Baier dominava e distribuía, aproveitando os 3 atacantes que estavam em campo. (e aí méritos pra Leandro Niehues, que deixou Lucas, Nieto e Wescley em campo)

E quando ninguém apareceu pra receber, o Maestro pensou "ah, quer saber, vou carregar a bola nesse campo mesmo". Paulo Baier dominou no campo de defesa, driblou uma poça, na base do "totozinho" driblou um... dois... três adversários, chegou na frente da área, pra chutar, mas aí pensou novamente "com o campo nesse estado com a bola no chão não vai dar certo", então, ainda em alta velocidade, levantou a pelota com mais um "totozinho", ajeitou com duas "embaixadinhas" e meteu a bola pro gol... GOLAÇO!!!

Ps.: Pra você que viu a partida, não conte a ninguém que no lance sensacional de Paulo Baier a pelota não entrou, pois esse lance merecia um gol, fica mais bonito assim! :)

---

Como não assisti a partida toda, segue aqui alguns comentários da galera que viu, dos otimistas aos desconfiados:

...do otimista Blog da Baixada: Vitória no dilúvio;

...passando pelo realista Rodrigo Abud, da Furacao.com: Conclusões de um temporal;

...chegando na desconfiança de Barilcka, no site Herdeiros da Baixada: Chuva de Ilusões.

E também veja os gols:



---

E PARABÉNS pra minha "maninha", que ontem se formou em Marketing!

Muito sucesso Má, você merece!

Beijão!

Um comentário:

  1. Ebaa! Obrigada bróda! Deixou de ir no jogo para ir na colação, isso que é irmão hahahaha!!!
    ;***

    ResponderExcluir