terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Atestado de incompetência: "Rhodolfo realizará exames médicos no São Paulo"

Rhodolfo a caminho do São Paulo.
Está no site oficial do CAP:

"O Clube Atlético Paranaense liberou o atleta Rhodolfo para realização de exames médicos no São Paulo. Após a concretização, o zagueiro será vendido ao clube paulista, e 50% dos direitos econômicos do jogador permanecerá ao CAP."

Antes de falar qualquer coisa, quero deixar bem claro que não sou a favor ou contra diretoria alguma. Não sou anti-Petraglia, pró-Malucelli, Petraglistas, ou qualquer coisa do tipo. E também quero deixar fora desse post a vontade do jogador Rhodolfo, que eu nem sei qual é.

Quero apenas falar da incompetência da atual direção nesse caso específico.

Liberar Rhodolfo para um time brasileiro é assinar um atestado de incompetência suprema. Foi o melhor jogador do time no ano passado, tinha tudo para continuar jogando muito no Furacão, e o Atlético não consegue bancar?!

Dane-se (desculpem o termo) teto salarial, política do clube, orçamento, ou o escambau. Se o jogador é bom, tem que segurar, tem que investir.

Competir com os clubes da Europa é impossível, mas se não pudermos competir com os clubes do Brasil, estamos fazendo o que aqui?

Em alguns meses Rhodolfo estará na seleção Brasileira, e o Atlético terá perdido potencial técnico e financeiro para um concorrente direto. Absurdo.

...

Desculpem o desabafo, mas a situação é revoltante!

3 comentários:

  1. Na verdade voltamos a ser a 5ª comarca de São Paulo. Aliás, acho que nunca deixamos de ser. Aquele papo de grandeza, time do futuro, etc... foi tudo conversa fiada. Dá vontade de parar de assistir jogos e não ser mais sócio. Não conseguimos nem trazer o tal do Mazola que é refugo dos bambis. Vergonhoso e revoltante.

    ResponderExcluir
  2. Só acho que a vontade do jogar deve ser pesada, sim.

    Será que ele quer ficar? Ele nunca vai dizer que não. Mas se ele quiser ir, vai se fazer o q?

    ResponderExcluir
  3. Concordo que a vontade deve ser pesada, mas no caso, Rhodolfo tinha contrato ainda vigente por um bom tempo, seu salário, segundo dizem, ainda não chegava perto do teto do Atlético.

    Então acho que com um esforço da diretoria, o salário poderia ser aumentado e ele poderia continuar jogando no clube que o revelou!

    Pelo que a gente vê do Rhodolfo, ele não faria corpo mole em campo, e não forçaria a saída como alguns jogadores que tem por aí.

    E o que me revoltou foi justamente a facilidade com que a diretoria aceitou a transferência do atleta. Parecida com o caso Neto, mas com o agravante de ter vendido para um rival direto nos títulos que queremos esse ano!

    ResponderExcluir