quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Câmara de Ética e Disciplina suspense sócios "brigões"

Confusão no último jogo do campeonato.
[foto: Albari Rosa / Agência de Notícias Gazeta do Povo]
Comunicado Câmara de Ética e Disciplina

No decurso deste ano de 2010, a Câmara de Ética e Disciplina (CED) trabalhou pela manutenção da paz, harmonia e conforto dos sócios do nosso Clube Atlético Paranaense. Nesta atuação encontrou muitos adeptos que contribuíram e encamparam o movimento pelo convívio harmônico nas dependências da Arena, mas também enfrentou inúmeras dificuldades e principalmente incompreensão de algumas pessoas que se colocam acima dos interesses do Atlético.

Neste sentido, a Câmara de Ética atuou de forma prioritária junto às Torcidas Organizadas, buscando soluções pacificas e benéficas ao CAP e seu assíduo torcedor. Diversas reuniões com líderes das Torcidas foram realizadas, bem como pedidos diplomáticos pelo fim dos conflitos entre seus integrantes, sempre alertando para as consequências danosas que a violência pode trazer para o Clube. Entretanto, fatos ocorridos no jogo Atlético e Avaí (que só não tiveram maiores consequências em razão da rápida atuação do Departamento de Segurança do CAP, da Câmara de Ética e do Comando da Polícia Militar), não permitiram outra medida que não a intervenção drástica da CED na questão.

Deste modo, comunicamos que Procedimentos Éticos Disciplinares foram instaurados para apurar a responsabilidade de integrantes e dirigentes das Torcidas Organizadas, sendo aplicada desde logo aos envolvidos já identificados a Suspensão Preventiva prevista nosso Estatuto Social, a qual produzirá seus efeitos nos primeiros jogos de 2011. 

Informamos também que serão realizadas até o final da semana em curso, reuniões com os dirigentes das Torcidas Organizadas, para assinatura de TERMO DE COOPERAÇÃO E ESTABELECIMENTO DE DIRETRÍZES DE CONDUTA, que conduzirão a adequação das Torcidas Organizadas às normas do Novo Estatuto do Torcedor.

Fonte: Site Oficial do CAP

---

Perfeito! "Brigões", principalmente os reincidentes, devem ser banidos da Arena.

E já que estamos falando em Estatuto do Torcedor, o Clube poderia tomar um atitude que resolva o problema dos cambistas. Na partida contra o Avaí, mesmo sendo um jogo de baixa procura de ingressos, os cambistas estavam aos montes em frente a entrada da Avenida Getúlio Vargas. E são sempre os mesmos.

Alguns cambistas em ação na entrada da Arena.

2 comentários:

  1. Só acho que deveriam listar quantos e quais foram. Mas isso ja é opinião pessoal e não seio qua diz o estatuto do clube sobre revelar quem foram os sócios que brigaram.

    Abraços
    Barilcka

    ResponderExcluir
  2. Acredito que se o Clube realmente proibir a entrada desses sócios (se é que eram sócios), não tem a necessidade de revelar nomes.

    E usando um pouco de tecnologia é fácil evitar a entrada de quem quer que seja.

    ResponderExcluir