sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Considerando todos os "fatores externos", o Furacão fez ótima partida na Arena

Nieto desabafou com a galera da curva MMINF na comemoração do gol.

Considerando todos os desfalques e expectativas para a partida de ontem, o Furacão fez um ótimo jogo.

Não concordo com a imprensa que está dizendo que o jogo foi "feio". Foi disputado, com vários erros de árbitragem, teve 3 gols (2 anulados), um pênalti não marcado, jogo movimentado. Pra Campeonato Brasileiro, isso é jogão. E melhor, com vitória do Furacão no final, ou seja, jogo perfeito!

Atlético

Defensivamente o time foi muito bem, com Rafael Santos provando cada vez mais que pode ser até titular do Atlético; Manoel também teve boa atuação; e Neto não teve muito trabalho, mas falhou em dois cruzamentos, exitando ao sair do gol.

Nas laterais, Paulinho foi regular subindo mais que Wagner Diniz, que quando ia ao ataque deixava uma avenida perigosa em suas costas.

No meio, Chico, tirando alguns erros de passe em contra-ataques, fez ótima partida, correndo muito durante os 90 minutos; Vítor fez desarmes importantes, mas erros ainda mais passes que Chico.

Na armação, Baier foi bem também, distribuiu bem as jogadas e ainda marcou um gol mal (MUITO MAL) anulado pelo árbitro; Netinho foi regular, acertando e errando cruzamentos, fazendo jogadas de ultrapassagem com Paulinho, enfim, foi o Netinho de sempre, útil mas longe de ser decisivo.

No ataque a surpesa, Ivan Gonzalez, que já tinha me convencido ser uma enganação, fez boa partida infernizando a zaga dos "grifa-texto", acertou e errou muito, porque buscou jogo durante toda a partida;


Bruno Mineiro não foi horrível como costuma ser. Conseguiu fazer o pivô no primeiro tempo, deu excelente passe para Baier marcar o gol anulado, e lutou bastante como de costume. Acabou me surpreendendo positivamente, principalmente porque minhas expectativas com ele são ZERO;


Nieto entrou muito bem, e não só pelo gol. Ganhou praticamente todas as jogadas como pivô contra a zaga do Palmeiras. Eu achei o argentino bem parecido com Washington, espero que esteja certo;

Marcelo foi mal, e não é perseguição. Perdeu quase todas as jogadas, incluindo um chute de frente, sozinho, que foi na bandeira de escanteio, e quando ganhava cruzava pra onde o nariz apontava. No gol, mérito de Nieto que percebeu que a bola só vinha no primeiro pau e se antecipou a zaga.

Arbitragem sofrível.
Arbitragem

Novamente escalaram um trio de arbitragem horrível pra apitar na Arena, Wallace Nascimento Valente, Dibert Pedrosa Moises e Fabiano da Silva Ramires voltam pra casa com 2 gols mal anulados e um pênalti não marcado.

Melhores momentos


Melhores do CAP

Rafael Santos, que encarnou o Rhodolfo e foi um monstro na zaga.
Nieto, que entrou pra decidir e se redimiu do gol perdido contra o Vasco.

Piores do CAP

Marcelo, muito fraco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário