terça-feira, 30 de novembro de 2010

Bola de Prata e suas incríveis "bizarrices"!

O Bola de Prata tem um proposta interessante, que elege os melhores do campeonato pela média das notas de todas as partidas. Isso elimina aqueles "craques" do campeonato que vão bem apenas no final, mas pelo "calor" do momento são eleitos os melhores.

Enfim, a idéia é boa, e o prêmio já é tradicional, o problema é que na prática vemos um resultado bizarro, em praticamente todas as posições. Vamos a eles:


Fábio, Victor Jefferson e Júlio César fazem um excelente campeonato, e podem realmente aparecer na frente de Neto. Agora, Fernando Prass e Rogério Ceni, que são dois bons goleiros, estão fazendo um campeonato irregular, com várias falhas, e mesmo assim Rogério está em 2° lugar. Rafael, do Santos, também é muito irregular, e Deola, azarado, tem a pior defesa do campeonato a sua frente. Não acho que Neto seja o MELHOR, mas no mínimo em 5° deveria estar.


A zaga do Bola de Prata merece uma atenção especial.

Chicão faz ótimo campeonato mesmo, tudo certo; Bolívar fez boa Libertadores, mas no Brasileiro não chega a ser nem um "top 10"; Antônio Carlos é fraco, todos sabemos, faz um bom campeonato, mas a 3° posição é exagero dos grandes; Alex Silva está no lugar certo; Edu Dracena acho exagero estar em 5°;

Mas o 6° lugar merece um parágrafo dedicado a ele, guardando a maior das bizarrices. É ele mesmo (tã-tã-tã-tãããããã), Danilo, isso mesmo, o zagueiro racista, ruim de bola, que falha em praticamente todos os jogos e faz parte da pior defesa do campeonato, INACREDITÁVEL;

Eu poderia parar por aqui, pois as bizarrices já são muitas, mas em 10° lugar aparece o fraquíssimo companheiro de Danilo, Maurício Ramos, POR FAVOR NÉ PLACAR, até o Bruno Costa é melhor que os dois!

E quando entramos na lista completa, mais uma surpresa: Rhodolfo só aparece em 13° lugar, atrás ainda de Dedé, do Vasco, e do bom zagueiro Gum, do Fluminense.


Parece estar tudo certo, sem grandes surpresas.


Léo, do Santos, e Juan, do Flamengo, não deveriam estar nem no "Top 50"; Paulinho fez campeonato melhor que Léo, Juan e Júlio César, no mínimo.


Fabrício e Henrique, do Cruzeiro, atrás de Arouca e Leandro Guerreiro, muito estranho; Chico só aparece em 31°.


Conca, Montillo e Bruno César são indiscutivelmente os melhores meias do campeonato, mas Zé Eduardo, Wesley e Edno entre os "Top 10" é piada;

Mas sem cansar das bizarrices, a Placar lista Paulo Baier apenas em 15° lugar, atrás de Zé Roberto "Cachaça", Ricardinho "Soninho", Lincoln (quem é esse?), e Felipe "só tenho um drible", curiosamente, 3 do Eixo RJ-SP.


Neymar, em 1°, é craque, mas Jonas fez melhor campeonato que ele; Jóbson, Kléber e Magno Alves na frente de Thaigo Ribeiro, vai entender;

Mas hein Placar, e cadê o Bruno Mineiro? ... tá bom, agora eu que estou de brincadeira!

---

Resumindo, se existe dúvida entre um jogador do Eixo RJ-SP e outro qualquer, o do Eixo ganha, sem constrangimentos, mesmo as notas sendo dadas "imparcialmente" jogo a jogo.

* Dica de post e análise conjunta com @lucaskalache.

Fonte das imagens: Bola de Prata / Placar (listas completas clique aqui)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Evidências contra Teixeira se acumulam, e a Globo ignora!

Será que Ricardo Teixeira continuará
 rindo à toa?
Do Blog do jornalista Leonardo Bertozzi, da ESPN Brasil:

"...de acordo com a denúncia que vai ao ar no programa Panorama, da BBC, e já havia sido antecipada pelos jornais Tages-Anzeiger, da Suíça, e Sueddeutsche Zeitung, da Alemanha, Os bolsos de Teixeira foram enriquecidos com US$ 9,5 milhões por intermédio de uma empresa fantasma em Liechtenstein.

Vamos lembrar que, recentemente, uma excelente matéria do Diário Lance! averiguou que a participação de Teixeira como pessoa física no comitê organizador da Copa do Mundo de 2014 permite que ele fique com até 100 por cento dos lucros gerados pela competição.

É o mesmo Teixeira que, com toda a pompa, se acha na capacidade de, durante um momento de crise como aquele vivido pelo Rio de Janeiro, vir a público assegurar a normalidade na segurança pública para a realização do Mundial.

O mais triste de tudo é ver que muita gente, incluindo veículos de comunicação poderosos, prefere se omitir em um caso que é, sim, de interesse público. Porque a Copa de 2014 deveria ser dos brasileiros, mas é apenas de Teixeira...

...Sem dúvida, em Teixeira a Fifa encontraria seu presidente ideal - desonesto e incapaz de se interessar com algo que não mexa com seu próprio bolso. Nada muito diferente da corja instituída por Havelange e mantida de forma magistral por Blatter."


Fonte: Blog do Leonardo Bertozzi. (post completo clicando aqui)

---

Como destacado (deduzido) no texto de Leonardo Bertozzi, impressionante a omissão da GRANDE e PODEROSA Rede Globo sobre o assunto. Todos os sites e jornais do Brasil dão destaque sobre as denúncias seríssimas contra o mandatário da CBF, mas o site GloboEsporte.com "prefere" destacar um "tweet" de Marcelinho Carioca brigando com a diretoria do Corinthians! Praticamente uma piada (e de mau gosto)!

Site GloboEsporte.com ignora denúncias sobre Ricardo Teixeira.

Agora é Sula!

É, não deu!

O Furacão fez boa partida contra o Ceará, ontem, no Castelão, mas não deu pra conseguir a vitória! O time até tentou, mas depois dos 25 minutos do segundo tempo, e depois de Sérgio Soares tirar todos os volantes do time, o Atlético não conseguiu mais ficar com a bola, e praticamente assistiu o Ceará segurar a partida até o apito final.

Agora é jogar o amistoso com o Avaí na Arena testando as opções que temos para 2011, e comemorar a classificação para a Sula, que no ano que vem vale muito. Eu sou da idéia que o título sempre vai valer mais do que classificação pra qualquer coisa. Mas uma "vaguinha" na Libertadores apimentou muito mais a Sula, não tem como negar!

Depois desse 2010 mais "tranquilo" (mesmo assim com muita emoção) para os rubro-negros, que 2011 seja melhor ainda!

Segue os melhores momentos do empate no Castelão:

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Futebol "é aula de vida", por Mauro Cezar Pereira

Trecho da coluna de Mauro Cezar Pereira, na ESPN Brasil:

"...O pequeno torcedor chorava por seu clube de coração, sim, aquele que irá amar pela vida toda, de forma incondicional, aconteça o que acontecer. Por que o futebol é isso, é muito mais do que direitos federativos, de televisão, patrocínios e projetos marqueteiros capitaneados por oportunistas de toda ordem. Só o nosso esporte faz uma criança sofrer como um adulto e um adulto virar criança.

Lugares marcados em "arenas" com telões em atmosferas que tentam transformar o nosso jogo numa espécie de teatro. Jogadores sem vínculo e muitas vezes sequer respeito pelas camisas que vestem. O dinheiro, e só ele, ditando as normas, os caminhos, as tendências. Tudo isso forma o chamado "futebol moderno" que eu odeio, como muita gente odeia.

O "esporte bretão" pode comportar espaços confortáveis para quem os deseja, mas precisa de envolvimento, conexão entre quem joga e quem torce. Não, a camisa não pode deixar de ser o elo maior da paixão das pessoas pelo jogo, pelo time..." (coluna completa aqui)

Futebol é incrível mesmo, e pra quem não viu a cena sensacional de ontem, segue o vídeo:

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Ocimar admite que Rhodolfo deve mesmo sair no final da temporada

A boa campanha do Atlético-PR no Campeonato Brasileiro pode trazer um “prejuízo” grande para a zaga do time. Gerente de futebol do clube, Ocimar Bolicenho, afirmou na última segunda-feira que o time rejeitou recentemente uma proposta pelo zagueiro Rhodolfo, e que a permanência do defensor na Arena está cada vez mais difícil.

- Bem, na verdade, o momento não é ideal para falar de negociação. O Rhodolfo é um jogador de boa cabeça, exemplar, e que faz um grande Brasileiro. Não é à toa de que mais de quatro equipes europeias estariam atrás dele. De oficial, só uma proposta trazida por um representante dele, mas que estava abaixo do valor – disse Bolicenho, em entrevista à Rádio Transamérica.

O diretor do Atlético revela que existe um acerto entre e clube e atleta para uma transferência, caso apareça uma proposta vantajosa para as duas partes.

- Existe um compromisso com ele, que é jogador do clube há pelo menos cinco anos, de não tirar oportunidade de ir para o futebol europeu. O Atlético quer manter um percentual e temos certeza que ele deve ter um futuro brilhante no futebol europeu.

Foto: Fabiano do Amaral/Correio do Povo.
Um dos interessados em Rhodolfo é o alemão Bayer Leverkusen, representado pelo ex-atacante Rudi Völler (treinador da Alemanha na Copa de 2002), que veio ao Brasil para observar o zagueiro em ação. Segundo Bolicenho, Völler esteve em Porto Alegre no sábado, no Olímpico, na vitória do Grêmio por 3 a 1 sobre o Atlético.

- Nós encontramos na churrascaria onde jantamos após do jogo o Völler. Ele esteve lá e não se apresentou formalmente, mas foi lá no Olímpico para ver o Rhodolfo – completou.

Ainda na luta por uma vaga na próxima Libertadores, o Furacão enfrenta no próximo domingo, às 17h (de Brasília), o Ceará, no Castelão. Na última rodada do Brasileirão, o Rubro-Negro tem pela frente o Avaí, na Arena.

Fonte: Gazeta do Povo.

---

Detalhe para o fato de o representante do Bayer Leverkusen ter assistido a partida do Furacão no Olímpico, que foi, na minha opinião, a pior partida de Rhodolfo no Campeonato Brasileiro. Será que o zagueiro ficou nervoso com o fato do olheiro estar no estádio?

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Rhodolfo, o novo Lúcio!

Reprodução do site Corriere dello Sport.

Jornais italianos chamam Rhodolfo de "novo Lúcio" e especulam possível negociação na próxima janela. Eu acho que é a hora perfeita pra negociar o zagueiro, mas por um preço justo. Acredito que 4 milhões de euros é pouco, mesmo considerando que Rhodolfo é um zagueiro.

Acesse a notícia clicando aqui.

Libertadores ainda é muito possível

Mesmo com a derrota contra o Grêmio, os resultados da rodada nos favoreceram, e a vaga para a Libertadores ainda é possível.

A inesperada vitória do Internacional sobre o Botafogo, ontem, manteve o time carioca atrás do Furacão na tabela, e assim, só dependemos de um tropeço do Grêmio para ter chances de buscar a vaga no G4.

E o Grêmio pega o Guarani, em Campinas, precisando da vitória desesperadamente. É óbvio que o Guarani é muito inferior tecnicamente, mas nós sabemos como um time fraco pode se superar nesses momentos, basta lembrar de 2008, quando até o péssimo Júlio César fez boas partidas no Atlético de Geninho.

O problema é que nós também precisamos vencer, e bem longe de casa, contra o Ceará. Vai ter que ser na base da raça, pois não teremos Rhodolfo, Chico e Baier, suspensos.

Enfim, vai ser difícil, mas é perfeitamente possível, então vamos #JuntosPelaLibertadores!

É, eu avisei!

É, eu avisei!

Sálvio Spinola tinha tudo pra complicar pro nosso lado, pelo seu histórico, e complicou.

E como lembrou o comentarista da ESPN Brasil, Mauro Cezar Pereira, Sálvio resolveu mudar seu critério completamente na partida de sábado.

Durante todo o campeonato, o árbitro que apita pela Federação de São Paulo não tinha marcado NENHUM pênalti. Isso mesmo, NENHUM. Mas resolveu achar um pênalti inexistente justamente contra o Furacão.

Momento exato do "mergulho" de Edílson sobre a perna de Rhodolfo.


É verdade também que Sálvio tinha ido bem em dois lances reclamados pelos gremistas após a partida: uma "bola na mão" de Manoel, quando a bola desviou em sua perna e depois em sua mão (não foi absolutamente nada); e também num suposto empurrão de Deivid (acho que foi ele) em Fábio Santos, absolutamente legal, divida de jogo.

O problema é que o árbitro também mostrou seu "nervosismo" na parte disciplinar. Deu 9 cartões amarelos para o Atlético 1 apenas 1 para o Grêmio.

E nesse quesito, Sálvio também mudou muito sem "estilo" de apitar, já que sua média de cartões amarelos no Campeonato Brasileiro era de 4,4 cartões por partida.

Um exemplo dessa "falta de critério" também fica claro se lembrarmos da partida Guarani 0 x 0 Palmeiras, pela 15° rodada, quando Mazola se jogou na área em lance muito semelhante ao do Olímpico, mas nessa oportunidade o árbitro acertou e mandou o atacante levantar. (ver minuto 1:25 do vídeo)


Temos que admitir que o Furacão realmente buscou matar os ataques gremistas exageradamente, mas alguns cartões como o deu Manoel, por exemplo, forão ridículos, em faltas simples, de jogo, com o adversário no campo de defesa e de costas para o ataque.

Só sei que ficou estranho.

O Jogo

Falando se futebol, o Atlético não fez boa partida.

O Furacão foi mal ofensivamente, só levando perigo em jogadas com Guerron. Na bola parada, Baier estava descalibrado, e Nieto parecia nem ter entrado em campo.

Defensivamente, a dupla Rhodolfo e Manoel fez sua pior partida no campeonato, principalmente Rhodolfo que tomou um drible desconcertante de outro zagueiro na jogada do primeiro gol gaúcho. Wagner Diniz também colaborou bastante para essa fragilidade defensiva, perdendo praticamente todas as dividas e deixando um corredor em suas costas.

No meio, Deivid correu muito, Chico fez partida regular, Baier se limitou as bolas paradas e Branquinho foi um desastre.

E quem entrou também não colaborou. Ivan Gonzalez e Maikon Leite são muito fracos tecnicamente, e o segundo, sem ritmo de jogo, se torna praticamente nulo em campo.

Resumindo: Na bola, não merecemos vencer, assim como o Grêmio também não mereceu a vitória. E num empate na bola, o apito decidiu.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Sálvio Spinola apita Grêmio x Atlético. Olho nele!

Sálvio Spínola apita Grêmio x Atlético, no sábado.

O árbitro apitou uma partida do Furacão este ano: a derrota por 3 a 1 para o Atlético-MG, em Minas. Já no ano passado apitou 3 partidas do Furacão no Brasileirão, sendo 2 vitórias do Furacão e 1 empate.

Retrospecto favorável a nós? Não se engane!

Eu tenho um costume de manter todos os erros de arbitragem contra e a favor do Atlético, desde 2007, então vamos a lista de jogos do Sálvio.

6 de agosto de 2009 - Cruzeiro 0 x 2 Atlético - Em excelente partida de Marcinho, o Furacão surpreendeu e detonou o Cruzeiro no Mineirão, mas Sálvio fez suas lambanças

- Expulsou o zagueiro Bruno Costa em jogoda que não houve nem falta;
- Ignorou uma cotovelada de Kleber em Márcio Azevedo (o atacante acabou expulso em outro lance);
- Marcou impedimento errado em Márcio Azevedo que saia na cara do gol.

7 de outubro de 2009 - Atlético 0 x 0 Grêmio - Jogo fraco do Furacão na Arena, mas Sálvio contribuiu com a retranca gremista.

- Inverteu faltas durante toda a partida, incluindo uma jogada onde Marcio Azevedo foi agarrado e o juiz marcou falta contra;
- Deixou de expulsar Tcheco (sempre ele) numa TESOURA criminosa em Alex Mineiro;
- Logo em seguida deixou de expulsar Léo num carrinho criminoso DE FRENTE em Wallyson.

8 de novembro de 2009 - Atlético 2 x 0 Goiás - Furacão ganhou naturalmente em jogo que não teve muito influência da arbitragem.

- Não marcou pênalti duvidoso em Rodrigo Tiuí.

23 de maio de 2010 - Atlético-MG 3 x 1 Atlético - Jogo complicado, no início ruim do Furacão no campeonato, ainda com Diego Tardelli em boa fase, mas o "seu juiz" complicou e foi decisivo quando o jogo ainda estava igual no placar.

- Impedimento mal marcado (quando estava 0 a 0) em Branquinho que saia na cara do gol;
- Deixou de expulsar Diego Tardelli em lance claro para segundo amarelo;
- Pênalti não marcado em chute de Márcio Azevedo que desviou no braço aberto do zagueiro, a bola ia em direção ao gol.

Então, vamos ficar de olho na arbitragem deste sábado, e vamos torcer #JuntosPelaLibertadores.

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Ricardo Teixeira continua fazendo o que bem entende, sem dar satisfação a ninguém

Ricardo centraliza poderes sobre o
Comitê da Copa. (Charge de
 Mario Alberto / Lance!)
O contrato do COL (Comitê Organizador Local da Copa de 2014) prevê que o lucro do evento será dado para os seus sócios: a CBF e seu presidente Ricardo Teixeira.

O documento foi revelado pelo jornal "Lance!".

O comitê tem fonte de recursos privados: a Fifa. Mas a organização do Mundial envolve, até agora, em torno de R$ 17 bilhões em investimento de dinheiro público.

Segundo o contrato revelado pelo "Lance!", o COL tem como sócios a CBF (99,99%) e Teixeira (0,01%). O comitê é constituído como empresa de sociedade limitada.

Pelo documento mostrado pelo jornal, "a distribuição de lucros poderá ser feita a critério dos sócios, sem guardar proporção com as respectivas participações no capital social". Teoricamente, Teixeira poderia ficar com todo o lucro, por esse texto.

Segundo advogados especialistas ouvidos pela Folha, que não quiseram se identificar, esse tipo de cláusula em contratos de empresas de sociedade limitada é comum. Mas, de acordo com esses advogados, Teixeira poderia ser questionado judicialmente se embolsasse o dinheiro.

Isso porque o cartola, como presidente da confederação, estaria agindo para prejudicar a entidade em proveito próprio. Neste caso, poderia haver ação do Ministério Público Federal ou de federações estaduais para questionar a gestão de Teixeira. Por isso, é mais comum que a distribuição de lucros respeite à participação societária.

No Qatar, o diretor de comunicação do COL, Rodrigo Paiva, afirmou que Teixeira deixará de ser sócio quando a lei extinguir a exigência de ter dois donos para empresas de sociedade limitada. "Assim que isso acontecer, a CBF terá 100% de participação e o presidente sai", afirmou ele, garantindo que o lucro será investido no futebol.

Pelo contrato, em caso de prejuízo do COL, os sócios seriam responsáveis proporcionalmente à sua fatia na empresa. Ou seja, a CBF teria de cobrir quase todo o rombo. O modelo é o previsto em lei.

Pelo documento mostrado pelo jornal, Teixeira mudou o modelo do COL em relação ao comitê de candidatura.

Na postulação, ele adotara modelo sem fins lucrativos, que não previa distribuição de lucros, nem remuneração a dirigentes. Agora, segundo o jornal, o contrato diz que administradores podem ser premiados com "cotas de capital da sociedade".

Fonte: Ricardo Nogueira / Folhapress.

---

Os abusos absurdos de poder do seu Ricardo Teixeira continuam. Enquanto os campeonatos nacionais sofrem com mau planejamento, estádios caindo aos pedaços, premiações ridículas e escândalos de arbitragem, a CBF e seu "dono" tratam de ganhar dinheiro vendendo a seleção brasileira.

Parece que o dono da CBF ainda terá
muitos motivos pra sorrir.
E faz tempo que é assim, como mostra a reportagem do Lance! sobre a "distribuição" de premiações da Copa de 2002. É nepotismo pesado. Leia a matéria "Teixeira pode distribuir recursos com assessores, o que foi praxe".

O tributarista e advogado Ives Gandra Martins explicou ao mesmo Lance! os detalhes do contrato, leia a matéria "Tributarista: 'O benefício é todo de Ricardo Teixeira'".

Em outra matéria do Lance!, o Ministro dos Esportes Orlando Silva "responde" as perguntas do jornal com uma nota dizendo apenas que PODE estudar o caso (reportagem completa aqui). Eis as perguntas que seguem sem resposta:

1) Por que durante a disputa para ser eleito a sede da Copa do Mundo de 2014, o órgão responsável pela candidatura foi uma sociedade sem fins lucrativos e, após o Brasil ter sido eleito, o modelo de gestão foi trocado para uma sociedade limitada?

2) Por que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, em sua pessoa física, foi constituído como um dos sócios do Comitê Organizador Local?

3) Que destino terá os lucros obtidos com a realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil?

4) Qual é a atual formação do Comitê Organizador Local? Quais são seus presidente, diretores e gerentes?

5) Quantas cotas de patrocínio serão vendidas para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil?

6) Como é a negociação de patrocínio para a Copa do Mundo de 2014? Quem conduz as negociações? A Fifa? O Comitê Organizador Local?

7) Qual o valor das cotas de patrocínio negociadas para a Copa do Mundo de 2014?

8) Quantas empresas já adquiriram cotas para patrocinar a Copa do Mundo de 2014? Quais são elas?

Vídeo de Mauro Cezar Pereira falando sobre os escândalos na CBF

Texto de Mauro Cezar Pereira, tirado de seu blog no ESPN.com.br:

"Ricardo Teixeira, presidente da CBF, pode ficar com 100% dos lucros do Comitê Organizador da Copa-2014. É o que revela excelente reportagem de Michel Castellar no diário Lance! - clique aqui para ler.

É normal que fiquemos irritados e até revoltados com erros de arbitragem, o assunto polêmico da semana no futebol. Mas não é possível que o cidadão brasileiro não fique indignado com isso.

Jogadores do passado, que ajudaram a escrever a história do nosso futebol, passam necessidades e a CBF o que faz? A Copa de 2014 parece instrumento de interesses de alguns a cada revelação. 

O governo, que banca a maior parte dos investimentos destinados ao Mundial de futebol, não dá a mínima. Mas nós, brasileiros, precisamos mostrar maior capacidade de se indignar com este cenário."

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

E o maestro decidiu novamente


Foi na base da raça e da vontade!

Na defesa, ontem, o Furacão não foi seguro como costumou ser durante 2010. O gol do Prudente aconteceu numa falha feia de posicionamento de Rhodolfo e Manoel. E neste ano, como não temos um ataque dos sonhos, quando a defesa falha, fica complicado vencer. Basta lembrar que ganhamos apenas duas partidas por mais de 1 gol de diferença, contra Santos e Goiás.

Mas logo depois de tomar o gol, Sérgio Soares resolveu jogar o time pra cima, deixando Rhodolfo e Manoel sempre de mano. Tenho certeza que fez isso porque confia na melhor dupla de zaga do campeonato, e eles não decepcionaram. Principalmente Rhodolfo, que deu um show de antecipação nos atacantes do Grêmio "Itinerante". E como toda boa defesa, também levaram sorte, num canhão na trave do goleiro João Carlos.

E assim o Atlético foi pra cima, sem muito técnica, na vontade e velocidade de Guerrón e Ivan González, e na qualidade técnica de Paulo Baier e Branquinho. Mas faltaram chutes a gol, principalmente por parte de Branquinho, que insistiu em entrar tabelando pelo centro enquanto a área deles estava congestionada.

Já Guerrón, que foi um dos melhores em campo, cansou de fazer sua jogada clássica, na direita entrando na diagonal, sempre levando perigo. Ivan González lutou muito, correu muito, e foi recompensado no final, dando o passe pro gol do maestro.

E o maestro, que partida fez! Além de distribuir o jogo como sempre, Paulo Baier marcou o primeiro de pênalti (aliás, pênalti claro em Branquinho, num passe excepcional de Bruno Mineiro); deu um passe sensacional para Guerrón, que perdeu na cara do gol; apareceu na área aos 44 minutos para perder um gol incrível; e 3 minutos depois fez o gol da vitória rubro-negra. Tá bom ou quer mais?

Veja você mesmo nos melhores momentos da partida


Melhores do CAP
Paulo Baier, nem precisa explicar o porque;
Guerrón, que fez excelentes jogadas pela direita, sempre levando perigo;

Piores do CAP
Marcio Azevedo, errou simplesmente tudo, sendo substituído por Heracles no segundo tempo;
Heracles, que entrou pra arrumar o lado esquerdo e errou muitos passes;
João Carlos, que numa falha ridícula permitiu um chute na trave do atacante do Prudente;

E ainda teve o "Sarrafo da Rodada":


Errou o árbitro, que deveria ter expulsado, deixando eles com 2 a menos.

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Rumor: Furacão teria feito proposta por Thiago Potiguar, meia-atacante do Paysandu

Um dirigente do Paysandu afirmou à imprensa do Pará nesta quinta-feira (11) que o clube paraense teria recebido uma proposta do Atlético pelo empréstimo do meia-atacante Thiago Potiguar até maio de 2011.

“Existe uma proposta. Seria cem mil reais de empréstimo para ele ficar até o dia 15 de maio, com opção de compra”, disse o diretor de futebol do Papão, Antônio Claudio da Costa, o Louro.

O Paysandu, por meio de seu diretor, disse ao jornal paraense que estaria em negociações pelo atleta. ”Fizemos uma contraproposta de 200 mil reais, até a mesma data, mas ainda não há nada oficial do clube”, afirmou Louro.

No entanto, o diretor de futebol do Atlético, Valmor Zimermann, negou que tenha sido feita proposta concreta pelo meia-atacante, mas que ele é um dos nomes observados entre os possíveis reforços para 2011. “Esse é um nome. A questão de proposta e contra-proposta, ao menos eu e ninguém da diretoria fez. Temos informação dele há tempos e mandamos observar, assim como vários outros jogadores, principalmente de posições que precisamos ou de que pode sair alguém do atual time”, explicou o dirigente atleticano.

Fonte: Gazeta do Povo. (leia a matéria completa clicando aqui)

---

Outra aposta, válida for considerado como aposta mesmo pela diretoria do Atlético.

Segue alguns lances do meia-atacante


quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Rumor: Atlético teria interesse em Wesley, do Grêmio Prudente

A jornalista Nadja Mauad divulgou em seu blog suposto interesse da diretoria atleticana no meia atacante Wesley, do Grêmio Prudente. Segundo ela, Ocimar Bolicenho negou qualquer interesse no jogador. (Leia o post completo clicando aqui)

Na minha opinião, seria uma boa aposta pensando em 2011, ainda mais podendo "testar" o jogador no Campeonato Paranaense. Lembrando que Wesley é o artilheiro do clube paulista no campeonato com 10 gols. (Veja todos os gols aqui)

Segue um vídeo com os melhores momentos de Wesley no Grêmio Prudente

domingo, 7 de novembro de 2010

Melhores momentos da vitória do Furacão contra o Flamengo


Melhores do CAP
Neto, que pegou todas e fez a defesa do jogo aos 42 do segundo tempo.
Manoel foi muito seguro na zaga.

Piores do CAP
Bruno Mineiro que entrou no final, pouco tocou na bola, mas quando tocou foi mal.
Olberdam entrou muito mal também, perdido em campo.

Mala do Jogo
Luxemburgo: ôôô cara mala esse profesô! Reclamou da arbitragem durante o jogo inteiro, sem nenhum fundamento, mesmo porque o único erro grosseiro do trio foi contra o Atlético, num impedimento mal marcado quando Ivan Gonzalez e Guerrón ficaram sozinhos na cara do gol, pra matar a partida.

PS.: #chupaLuxemburgo

O Sonho não acabou! #JuntosPelaLibertadores

Capa do site furacao.com.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

"Mancada" do Remy Tissot sobre o Nieto

Enquanto Remy Tissot comentava a "inoperância" do ataque atleticano na partida de ontem, Marcelo e Nieto faziam a jogada do gol rubro-negro contra os "grifa-texto":


Mas discordo de Remy com relação a atuação de Nieto ontem. 

Ele está muito longe (e bota longe nisso) de ser o atacante ideal para o Atlético, mas ontem entrou bem na partida, conseguiu ganhar grande parte das bolas que vinham direto da zaga, sempre na base do chutão. E como eu já disse num post anterior, no gol, mérito total de Nieto, que se antecipou ao racista Danilo e botou pra dentro.

E novamente discordando de Remy, acho que Nieto deve sim ser titular contra o Flamengo.

Mas como dizem, "opinião é que nem bunda, cada um tem a sua..."

Considerando todos os "fatores externos", o Furacão fez ótima partida na Arena

Nieto desabafou com a galera da curva MMINF na comemoração do gol.

Considerando todos os desfalques e expectativas para a partida de ontem, o Furacão fez um ótimo jogo.

Não concordo com a imprensa que está dizendo que o jogo foi "feio". Foi disputado, com vários erros de árbitragem, teve 3 gols (2 anulados), um pênalti não marcado, jogo movimentado. Pra Campeonato Brasileiro, isso é jogão. E melhor, com vitória do Furacão no final, ou seja, jogo perfeito!

Atlético

Defensivamente o time foi muito bem, com Rafael Santos provando cada vez mais que pode ser até titular do Atlético; Manoel também teve boa atuação; e Neto não teve muito trabalho, mas falhou em dois cruzamentos, exitando ao sair do gol.

Nas laterais, Paulinho foi regular subindo mais que Wagner Diniz, que quando ia ao ataque deixava uma avenida perigosa em suas costas.

No meio, Chico, tirando alguns erros de passe em contra-ataques, fez ótima partida, correndo muito durante os 90 minutos; Vítor fez desarmes importantes, mas erros ainda mais passes que Chico.

Na armação, Baier foi bem também, distribuiu bem as jogadas e ainda marcou um gol mal (MUITO MAL) anulado pelo árbitro; Netinho foi regular, acertando e errando cruzamentos, fazendo jogadas de ultrapassagem com Paulinho, enfim, foi o Netinho de sempre, útil mas longe de ser decisivo.

No ataque a surpesa, Ivan Gonzalez, que já tinha me convencido ser uma enganação, fez boa partida infernizando a zaga dos "grifa-texto", acertou e errou muito, porque buscou jogo durante toda a partida;


Bruno Mineiro não foi horrível como costuma ser. Conseguiu fazer o pivô no primeiro tempo, deu excelente passe para Baier marcar o gol anulado, e lutou bastante como de costume. Acabou me surpreendendo positivamente, principalmente porque minhas expectativas com ele são ZERO;


Nieto entrou muito bem, e não só pelo gol. Ganhou praticamente todas as jogadas como pivô contra a zaga do Palmeiras. Eu achei o argentino bem parecido com Washington, espero que esteja certo;

Marcelo foi mal, e não é perseguição. Perdeu quase todas as jogadas, incluindo um chute de frente, sozinho, que foi na bandeira de escanteio, e quando ganhava cruzava pra onde o nariz apontava. No gol, mérito de Nieto que percebeu que a bola só vinha no primeiro pau e se antecipou a zaga.

Arbitragem sofrível.
Arbitragem

Novamente escalaram um trio de arbitragem horrível pra apitar na Arena, Wallace Nascimento Valente, Dibert Pedrosa Moises e Fabiano da Silva Ramires voltam pra casa com 2 gols mal anulados e um pênalti não marcado.

Melhores momentos


Melhores do CAP

Rafael Santos, que encarnou o Rhodolfo e foi um monstro na zaga.
Nieto, que entrou pra decidir e se redimiu do gol perdido contra o Vasco.

Piores do CAP

Marcelo, muito fraco.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Terá que ser na base de raça, superação...

Gol de Baier contra o Inter; é jogo pro "maestro" decidir novamente.
...e na bola parada!

Contra o Palmeiras, amanhã (quinta-feira), na Arena, teremos 4 desfalques novamente. Branquinho, Rhodolfo, Elder Granja e Guerrón não jogam, dando lugar para Netinho, Rafael Santos, Wagner Diniz e Ivan González, respectivamente.

Ou seja, não teremos nosso jogador em melhor fase, que comanda o sistema defensivo rubro-negro;

não teremos nosso principal meia, principal finalizador do time;

e não teremos nosso melhor atacante, que pode não ser técnico, mas acaba decidindo os jogos;

O único desfalque "tranquilo" é Élder Granja, que dá lugar para outro bom jogador Wagner Diniz.

Desta forma o provável time que entrará em campo será formado por: Neto, Wágner Diniz, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Chico, Vitor, Paulo Baier e Netinho; Ivan González e Bruno Mineiro.

Definitivamente será o time da bola parada, com Baier e Netinho inspirados nas cobranças, podemos ganhar essa partida. Mas pra explorar essa jogada, é preciso que Ivan González e Bruno Mineiro sofram faltas, e muitas de preferência, e isso pode ser um problema, já que os dois constumam se jogar demais.

Além disso a arbitragem dos últimos jogos na Arena está sempre pendendo para o lado dos visitantes, principalmente nessas faltinhas na entrada da área, quando eles marcam TUDO para eles e NADA para nós.

O jeito é torcer, tentar empurrar o time e até mesmo influenciar a arbitragem no grito.