domingo, 1 de agosto de 2010

Com erros individuais, de jogadores e técnico, Atlético perde pro Flu

Mesmo com o resultado inquestionável de 3 a 1, não foi uma partida ruim do Atlético contra o Fluminense, ontem, no Maracanã.

No primeiro tempo, o Furacão foi até um pouco melhor que o tricolor carioca, mas em uma falha bisonha de Bruno Costa, Conca fez cruzamento perfeito para Washington, que não perdeu. E falhas defensivas de Bruno Costa são normais, esse é o problema. Como vem atuando bem ofensivamente, fazendo gols e dando assistências, o jogador acabou virando "titular" da equipe, mas o Carpegiani tem que lembrar que Bruno é zagueiro, e não atacante. E como zagueiro, é fraco.

Já no segundo tempo, o Atlético voltou com Maikon Leite no lugar do próprio Bruno Costa, que depois da falha, ficou perdido em campo. O time começou bem, até que nosso técnico resolveu inventar novamente, tirando Wagner Diniz, que fazia partida regular, para a entrada de Alex Mineiro.

Se a alteração fosse treinada, tudo bem, mas parece que Carpegiani surpreendeu os próprios comandados, que simplesmente se perderam em campo, e logo, num contra-ataque, tomaram o segundo gol, num erro do volante Vitor. E mesmo depois do gol, a equipe parecia perdida, e não era pra menos, já que praticamente nenhum jogador estava atuando na mesma posição que entrou jogando. Esse tipo de mudança radical só pode acontecer com muito entrosamento e treinamento, e não parece ter sido o caso.

Depois, o Fluminense tirou um pouco o pé do acelerador, e o Furacão até teve chances de diminuir, ou até mesmo empatar a partida. O Flu ainda marcou o terceiro, e o Furacão diminuiu com Bruno Mineiro, de cabeça.

No resumo da ópera, o erro de Bruno Costa, no primeiro tempo, e as alterações bisonhas de Carpegiani traçaram o resultado da partida.

Ps.: Parabéns aos atleticanos e para a Embaixada do Atlético no Rio de Janeiro, que foram em ótimo número apoiar o Furacão no Maracanã!

Troféu Joinha
Paulinho. O lateral vem evoluindo bem a cada partida. Apoiou bem contra o Flu.
Torcedores do CAP no Rio de Janeiro, que foram em peso assistir a partida no Maracanã. Parabéns!

Troféu "Coxinha-de-Ouro"
Bruno Costa, pelo erro que mudou a história do jogo.
Carpegiani, pelas invenções que mais atrapalharam do que ajudaram.


Assista os melhores momentos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário