sexta-feira, 30 de julho de 2010

Atlético lança nova campanha de marketing "Programa Agente Secreto"

Nova campanha, para incentivar o uso das cores do Furacão.
"Fique atento! A qualquer momento o Agente Secreto do CAP pode lhe abordar na rua ou até mesmo bater em sua casa.

O Clube Atlético Paranaense lança um novo programa de resgate às cores rubro-negras. A cada semana um Agente Secreto do CAP, devidamente uniformizado, vai circular em regiões distintas de Curitiba em busca de torcedores que estão utilizando qualquer produto do Atlético Paranaense em seu corpo. E também torcedores que estejam decorando a sua casa com bandeiras ou outros adereços oficiais do Furacão.

Será uma abordagem por semana, a procura de um torcedor com vestimentas e outro com decoração de sua casa com as cores Rubro-Negras.

Com esta ação, o Clube Atlético Paranaense pretende cada vez mais pintar a cidade de Curitiba de vermelho e preto e reafirmar a paixão da maior torcida de Curitiba.

Ps.: Somente torcedores que estiverem usando produtos oficiais ou licenciados participarão da promoção."

---

Excelente iniciativa da Diretoria de Marketing do Furacão. Eu, particularmente, sempre que posso estou com o manto sagrado rubro-negro, principalmente quando estou fora de Curitiba. Agora, temos mais um motivo para mostrarmos sempre o orgulho de ser atleticano.

Mas pra iniciativa vingar, vamos colaborar. São várias as oportunidades em que podemos participar. Estenda sua bandeira na janela de casa; vista sua camisa oficial sempre que puder, num passeio no parque, no cinema, no teatro, no futebol com os amigos; vista seu cachorro de produtos oficiais do clube. As possibilidades são infinitas.

E pra quem ainda não tem produtos oficiais do clube, entre no site da Arena Store e faça a festa. Se não puder comprar, participe mesmo assim, sempre utilizando a combinação de cores vermelho e preto como puder.

Fica a dica!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Medida Provisória reduzirá custo da Arena da Baixada de R$150 para R$110 milhões

Arena da Baixada terá que fechar para as obras de conclusão.

"Foi publicada nesta quarta-feira (29), no Diário Oficial da União, a medida provisória editada pelo Governo Federal que cria regime especial de tributação para a construção, ampliação, reforma ou modernização de estádios para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Benefícios fiscais que deverão desonerar em até 25% o projeto paranaense, na Arena da Baixada.

“Essa confirmação é uma excelente notícia, sem dúvida. É algo que nos deixa mais tranquilos em relação aos custos da obra”, afirma Luiz de Carvalho, gestor do Mundial em Curitiba. “É uma exigência da Fifa que já estava programada desde o início, mas é bom saber que está tudo certo”, diz Gláucio Geara, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético.


Graças ao pacote os gastos para a adequação do estádio rubro-negro terão um considerável barateamento. Anteriormente orçada em cerca de R$ 150 milhões, a conta deverá cair para, aproximadamente, R$ 110 milhões. Valor que será dividido entre o Furacão, a prefeitura e o governo do Paraná.

...

Ao todo, a renúncia fiscal brasileira será de R$ 350 milhões até 2014. Manobra que será compensada pela arrecadação com impostos federais por conta da Copa, calculada em torno de R$ 10 bilhões.

O benefício é indiscutível, mas há quem considere outros valores. “É um facilitador, mas eu creio que não alcançará esse percentual (25%) de redução. Imagino que tenhamos uma diminuição de, no máximo, 20%”, declara Ênio Fornea, vice-presidente do Conselho Administrativo do Atlético.

Algumas construtoras já sondaram o clube. “Recebemos contatos para saber como funcionaria o processo. Mas precisamos aguardar a confirmação da Copa em Curitiba para abrir uma concorrência pela obra. Tudo será feito da forma mais transparente possível”, diz Geara."

Fonte: Gazeta do Povo (leia a reportagem completa clicando aqui"

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Pitacos sobre as notícias da semana

Guérron

Ontem Guerrón fez seu primeiro treino coletivo no CT do Caju, jogando aberto pela direita, onde Bruno Mineiro estava sendo "sacrificado".

Carpegiani, nitidamente, estava preparando a entrada de Guerrón no time, mantendo um esquema que privilegie as jogadas do atacante, pela direita.

Agora resta saber quem sai para entrada do equatoriano, Bruno Mineiro, que vinha atuando na posição, ou Alex Mineiro, aí com o avanço de Bruno para centro-avante.

Eu manteria Alex, pela boa fase que parece estar atravessando. Bruno, que é bom jogador, no início do ano, passou por um momento melhor, mas hoje, está errando muito.

Joílson

Outra novidade no Furacão é a (re)contratação de Joílson. O mesmo atleta que foi recusado mês passado, por problemas de contusão, foi integrado ao elenco do CAP. Isso porque Éder, que tinha sido contratado para a mesma posição (ou não), foi mandado embora, por problemas de indisciplina (estranho, já que nem chegou a jogar).

Na minha visão, Joílson é uma ótima opção para o elenco atleticando, podendo entrar em diversas situações diferentes, como lateral e como volante.

Washington

E não é que Washington acertou sua volta ao Fluminense. O que provou que o jogador estava realmente "desesperado" pra sair do tricolor paulista, como já tinha mostrado antes da Copa. O Coração Valente praticamente se ofereceu ao CAP, que tentou contratar, mas realmente nunca teve chances, devido ao salário absurdo do jogador no São Paulo.

A boa notícia é que Alex Mineiro voltou a jogar bem, e temos Bruno Mineiro como opção para a posição.

Atlético x Fluminense

Contra o Flu, no sábado, eu iria de 3-5-2 com:

Neto; Manoel, Rhodolfo, Eli Sabiá; Wágner Diniz, Vitor, Chico, Paulo Baier, Paulinho; Guerrón e Alex Mineiro.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Guerrón "El Dinamita" deve estrear contra o Fluminense

"Contra o Fluminense, sábado, o “novo Atlético” deverá ter a estreia do atacante equatoriano Joffre Guerrón, além do volante Olberdan. Os dois devem participar dos coletivos durante a semana e ficar à disposição do técnico Paulo César Carpegiani. A grande expectativa recai sobre o futebol que será apresentado por Guerrón, principal contratação do clube e titular absoluto quando tiver condições. 


O treinador começa a definir a escalação do “Dinamita” a partir do jogo-treino de amanhã, contra a Camboriuense-SC. “Estou pensando na estreia dele. Vou testá-lo no amistoso. Talvez, contra o Fluminense, ele tenha condições de atuar 45 minutos. Ele está bem, mas há dois meses parado e a gente necessita dele. Eu estou angustiado, querendo formar logo o time”, afirmou Carpegiani. Na vez anterior em que enfrentou o tricolor carioca no Maracanã, em 2008, Guerrón assegurou o título da Libertadores para a LDU.

Fonte: Paraná-Online (leia a reportagem completa clicando aqui)"

---

Será que o Flu vai tremer com Guerrón em campo?

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ataque eficiente + sorte + boa arbitragem = primeira vitória fora de casa

O Atlético não foi brilhante, mas levou a vitória.

Com eficiência nos contra-ataques, principalmente no primeiro tempo, quando praticamente teve 100% de aproveitamento (um chute, um gol), o Atlético até fez boa partida. Exatamente da maneira que devemos jogar fora de casa, marcando sobre pressão, e saindo rapidamente para o ataque ao roubar as bolas.

É lógico que, com um time que não é nenhum maravilha tecnicamente, nem sempre essa maneira de jogar da resultado. Mas acredito que seja a melhor, pra jogar fora de casa.

Ontem, para conseguir os 3 pontos, o Atlético recebeu ajuda muito bem vinda das traves. Foram 3 bolas nas traves do goleiro Neto, que fez algumas boas defesas também. Além disso, a arbitragem foi tranquila, sem as palhaçadas que já estamos acostumados a ver contra o Furacão nos últimos anos.

Então, com um futebol eficiente, sem erros de arbitragem, e com uma boa dose de sorte, conseguir um placar tranquilo, de 2 a 0, contra o "chato" Goiás.

Troféu Joinha
Paulo Baier, o maestro atleticano, não foi brilhante, mas liderou o time a vitória.

Troféu "Coxinha de Ouro"
Leandro, que só deu chutão. (a zaga inteira foi mal, perdendo todas as jogadas aéreas)

---

Melhores momentos da primeira vitória do Furacão, fora de casa, nesse Brasileiro.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Santo João "Negão"

Dança do João "Negão".

"Ele tem o mesmo nome de João do Pulo, um dos principais ícones do atletismo brasileiro. Porém, este João Carlos de Oliveira foi um dos responsáveis por outro salto, o de qualidade do Atlético, que gerou a vitória diante do Santos. Palestrante motivacional, “João, o Negão”, como ficou conhecido entre os boleiros, deu um novo ânimo ao Furacão.


O próprio técnico Paulo César Carpegiani admitiu isto após a partida. “Tivemos uma palestra hoje [quarta-feira] no CT e foi um show à parte. Foi sensacional. E quero acreditar ao palestrante, o João, uma grande vitória. Tivemos uma excelente postura”, afirmou o treinador.


O autor dessa mudança radical tem 40 anos e é nascido em Ivaiporã, no interior do Paraná. Formado em artes cênicas e pós-graduado em educação não formal e liderança de equipe pelo Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC) de Israel, ele morou a maior parte da vida em Curitiba, de onde conquistou mais de 200 clientes, como Claro, Vivo, Sebrae, Unimed e Caixa Econômica Federal.


Mas o que faz o sucesso de Oliveira? Ele garante que tudo tem a ver com um belo sorriso. “Se eu fosse dizer algo a todos os times, eu diria: ‘Vocês são profissionais, mas não terão o sucesso se não tiverem alegria’. Apenas isso”, explicou. “O Atlético voltou a sorrir”, comemorou.


Fonte: Gazeta do Povo (reportagem completa, clique aqui)"

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Bruno Furlan e Renan são emprestados ao Dinamo Minsk, parceiro do Atlético

Bruno fez um golaço em sua estreia.
"O Atlético deve formalizar nos próximos dias os empréstimos do atacante Bruno Furlan e do volante Renan Foguinho ao Dinamo Minsk. O clube da Bielorrússia é parceiro do Furacão e ainda deve levar pelo menos mais um jogador ao leste europeu.

Bruno de Oliveira Furlan recém-completou 18 anos no último dia 9 e em sua curta carreira profissional já viveu altos e baixos. Promovido no começo do ano ao time profissional por Antonio Lopes, o atacante estreou marcando um belo gol na goleada de 7 a 0 sobre o Serrano. Quando começava a almejar coisas maiores sofreu uma lesão no joelho que o afastou dos treinamentos.

Acabou perdendo espaço e quando voltou ao time, já comandado por Leandro Niehues, atuou uma última vez contra o ACP, em jogo recheado de reservas. Depois, retornou aos juniores onde participou do vice-campeonato atleticano na Taça BH.

Já Renan Rodrigues da Silva, o popular Foguinho, era tido como uma das principais promessas das categorias de formação do Atlético. Titular em todas as categorias, Renan ainda tem em seu currículo convocações para a Seleção Brasileira, inclusive participando do último Mundial Sub-20. No entanto, no Furacão nunca teve uma grande sequência de jogos e não conseguiu se firmar.

Fonte: noticiafc.com (leia a reportagem completa, clique aqui)"

Assista os melhores momentos da vitória do Atlético sobre o Santos

Furacão passa por cima do Santos na Arena, e ficou barato

Time comemora primeiro gol.

"No duelo entre a pior defesa e um dos melhores ataques do Brasileirão, melhor para o Atlético diante do Santos. Com um futebol envolvente e uma defesa sólida como há muito tempo não se via, o Furacão bateu o Peixe, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (21), na Arena da Baixada. Ao vencer após três jogos de seca, o time conseguiu sair da incômoda Zona de Rebaixamento e alcançou o 15º lugar - mas ainda pode ser ultrapassado pelo Botafogo, que jogada neta quinta (22). Mais do que isso: voltou a mostrar garra e determinação e, além de devolver o sorriso ao seu torcedor, manteve a esperança de dias melhores para o restante da temporada.


A comemoração do zagueiro Bruno Costa, que marcou o primeiro gol atleticano na noite, foi emblemática. Com a mão esquerda, apontou e bateu para o braço direito, como quem quis dizer que há, sim, sangue correndo naquelas veias.


No começo do segundo tempo, outro Bruno, desta vez o Mineiro, driblou zagueiros e o goleiro alvinegro antes de ampliar e fechar a vitória dos donos da casa.


Comandados pelo capitão Paulo Baier , que liderou a ótima apresentação da equipe vermelha e preta, e pelo veterano atacante Alex Mineiro, que apesar de não ter balançado a rede, incomodou muito a zaga santista, os comandados do técnico Paulo César Carpegiani jogaram a melhor partida do ano até aqui. O badalado Santos passou longe de ser aquele time que foi campeão paulista.


No próximo domingo (25), às 16h, o Rubro-Negro enfrenta o Goiás, fora de casa, pela 11ª rodada da Série A.

Fonte: Gazeta do Povo (matéria completa, clique aqui)"

 --- 

Troféu Joinha
Paulo Baier, que fez sua melhor partida no ano;
Vitor, que marcou muito, correu demais e armou boas jogadas;
Bruno Costa, que teve sua melhor atuação com a camisa do Furacão, marcando novamente contra o Santos;
Alex Mineiro, que jogou muito, meteu bola na trave, e deu duas assistências pro Baier quase marcar.

Troféu Coxinha de Ouro
Hoje, nenhum rubro-negro merece o Troféu Coxinha de Ouro. Espero que seja sempre assim.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Hoje é dia de Atlético e Santos na Arena; Pra cima deles Furacão!

Hoje é dia de Atlético e Santos, na Arena. O Furacão precisa da vitória mais do que nunca, pra começar a fugir da zona perigosa do rebaixamento. E pra ganhar do Santos, que vem com Robinho, Wesley e Neymar na frente, o jeito é atacar.

O que o Santos tem de força ofensiva, tem também de fragilidade defensiva. Na zaga eles vem com Maranhão na direita; Bruno Aguiar, substituto do fraco Durval; o lento Edu Dracena; e Pará, na esquerda, que mais ataca do que defende.

O Atlético, definitivamente, terá dificuldades pra marcar os rápido e habilidoso ataque santista. Mas nesse caso, a melhor defesa será o ataque. Pra cima deles Furacão.

---

Último confronto na Arena:

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Confirmação para a conclusão da Arena da Baixada deve vir nesta terça (20)

"Depende do aval do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a solução para o término da Arena da Baixada até a Copa de 2014. Prefeitura de Curitiba e governo do estado confirmaram nesta segunda-feira (19) um acordo no qual a conta de R$ 138 milhões deverá ser dividida igualmente entre três as partes, incluindo o Atlético. Apesar de a colaboração estatal, a negociação não prevê aplicação direta de recursos públicos.


Segundo o plano, o clube pagará sozinho 1/3 da obra (R$ 46 milhões). O restante (R$ 92 milhões) virá de um empréstimo junto ao BNDES que deverá ser assumido pelo Atlético e pela construtora responsável pelo empreendimento. Os dois receberão da prefeitura o mesmo valor em títulos de transferência do potencial construtivo do município.


Os papeis servirão como garantia da transação. Ou seja, caso a dívida não seja paga dentro dos prazos previstos, os títulos serão executados. A formalização do negócio, contudo, ainda precisa da aprovação do BNDES e de uma lei municipal.


Como contrapartida pela cessão dos ativos, a prefeitura receberá cerca de R$ 46 milhões em repasses do governo estadual para melhorias no entorno da Arena. O dinheiro seria aplicado por meio de algum fundo do estado (como o Fundo de Desenvolvimento Urbano), sem qualquer ônus para Curitiba.


A viabilidade do acordo começa a ser discutida nesta terça (20) em um encontro entre representantes da prefeitura e do governo estadual com técnicos do BNDES no Rio de Janeiro. Por enquanto, ainda não é seguro dizer que os papeis serão aceitos como garantia. “Não é algo usual, mas o Luciano Coutinho (presidente do banco) me disse que existem alguns contratos que já foram feitos nesses termos”, disse o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo.

Fonte: Gazeta do Povo"

Confira a íntegra da reportagem clicando aqui.

---

Basicamente, o que deve ser confirmado nessa semana, é o que alguns já vinham afirmando. A hipótese da Arena Copel foi descartada. O dinheiro para a conclusão saíra do BNDES, em forma de empréstimo. Como clubes de futebol não podem receber empréstimos diretos do BNDES, o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) vai receber esse dinheiro e repassar diretamente a construtora encarregada da conclusão da Arena.

O valor do empréstimo será de 90 milhões de reais, mesmo valor que a prefeitura irá repassar ao Atlético, em títulos de potencial construtivo. Esses títulos serão aceitos como garantia do empréstimo, e o restante da obra, estimado em 46 milhões de reais, será bancado pelo clube.

Desta forma, o Atlético contrata uma construtora, que faz a obra e usa os títulos para pagar a dívida com o BNDES. Acredito que essa seja a melhor conclusão que o caso poderia ter.

Em 5 dos 9 jogos o Atlético foi prejudicado pela arbitragem

"Além da incômoda posição na tabela do Campeonato Brasileiro, o torcedor atleticano tem um novo motivo de preocupação: as arbitragens. De forma constante, o Furacão tem sido prejudicado não somente em jogadas isoladas, mas, também, em lances capitais. O jogo contra o Vasco em São Januário evidenciou as falhas contra o Furacão: um pênalti inexistente e duas expulsões injustas."

Acompanhe a matéria completa da Furacao.com

CBF consegue liberação da FIFA e vai antecipar janela de transferências

Guerrón, Nieto e Olberdam poderam
estrear antes do previsto.
"Os clubes brasileiros que contrataram jogadores vindos do exterior poderão inscrevê-los a partir desta segunda-feira. Essa é a informação da Federação Gaúcha de Futebol, que anunciou ter recebido um comunicado do diretor jurídico da CBF, Carlos Eugênio Lopes, com a liberação da Fifa. Em princípio, a janela de transferências abriria apenas no dia 3 de agosto.


- Foi uma bandeira levantada por mim no congresso da Fifa (em Zurique), junto ao Ricardo Teixeira. O diretor jurídico da CBF entrou em contato, e fui a primeira pessoa comunicada disso. A Fifa atendeu ao pedido do presidente Ricardo Teixeira em caráter extraordinário - disse Francisco Novelletto, presidente da Federação Gaúcha, por telefone, dos Estados Unidos.


Ao conseguir a liberação da CBF, o dirigente gaúcho ajuda o Internacional, que se reforçou com o goleiro Renan, o volante Tinga e o atacante Rafael Sobis. A se confirmar a antecipação da janela de transferências, eles poderão enfrentar o São Paulo na semifinal da Taça Libertadores da América - o primeiro jogo é no Beira-Rio, na próxima quarta-feira, dia 28. Noveletto, no entanto, diz que todos serão beneficiados:


- Eram cerca de 60 profissionais parados, recebendo salário, sem ter o direito de trabalhar. Prevaleceu o consenso. Fiz questão de falar em caráter geral. Disse para ele (Ricardo Teixeira) para que este pedido não fosse feito 48 horas antes da Libertadores, justamente para favorecer a todos os clubes e atletas. É mais uma vitória do futebol gaúcho e do futebol brasileiro.

Fonte: Globoesporte.com"

Algaci Túlio afirma que Arena da Baixada está 98% garantida na Copa

[foto: gazeta do povo]
"A Arena da Baixada está 98% garantida na Copa do Mundo de 2014, disse o secretário especial para assuntos da Copa, Algaci Túlio, em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (19) à Rádio Band News. Ele também deixou o patrocínio da Copel praticamente descartado.

Ele confirmou que a solução para o impasse do financiamento da ampliação e adequação do estádio do Atlético Paranaense passa pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O BNDES liberaria os recursos utilizando o potencial construtivo como garantia e o BRDE teria disponível um fundo de R$ 100 milhões que precisaria ser aprovado pela Assembleia Legislativa e seria intermediado por uma construtora. “As iniciativas com o BRDE estão sendo discutidas com o jurídico do estado. Deverá ser tudo dentro da lei, com transparência. O governador [Orlando Pessuti] conversou algumas alternativas com o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva] e estamos a caminho de sair daqui de Brasília [cidade onde está ocorrendo um encontro a respeito da Copa do Mundo] a caminho de dizer 100% e sem usar dinheiro público,” disse Túlio.

Deste modo, a polêmica iniciativa de se fazer um contrato de naming rights com a Copel, empresa estatal de energia elétrica, ficaria praticamente descartada. “Só se houver necessidade muito forte para isso acontecer. A Copel não deve fazer parte desta alternativa. Ficará na espera caso haja necessidade. Descartamos praticamente a Copel para investimentos em futebol profissional,” concluiu o secretário estadual.

Fonte: Gazeta do Povo"

De volta ao Brasileirão e às malditas arbitragens, Vasco vence Furacão (Mauro Cezar)

Por Mauro Cezar Pereira, da ESPN Brasil:

"Vasco 3 x 1 Atlético Paranaense teve de tudo. Sim, de tudo de ruim que podemos ver numa arbitagem. Pênalti à brasileira com o garoto Jonathan mostrando, aos 19 anos, o que se aprende nas divisões de base hoje em dia. Os meninos se especializam em cavar faltinhas na área, a cair à toa na esperança de que a incompetência do apito os beneficie. E deu certo.

Sim, deu certo para Jonathan graças ao senhor Nielson Nogueira Dias, árbitro de Pernambuco que conseguiu enxergar uma penalidade máxima de Eli Sabiá no jovem vascaíno. E ainda puniu o atleticano com o cartão amarelo. Duplo absurdo e o segundo gol do time carioca, com colaboração do apito incapaz. O que essas pessoas fizeram no último mês, viram jogos de bocha?

Mais adiante, Chico, de carrinho, limpo (foto), levou a melhor no duelo com Rafael Carioca. Nogueira Dias foi capaz de ver uma falta e ainda mostrou o cartão vermelho ao jogador do Atlético. Depois viria a expulsão de Eli Sabiá, cujo primeiro amarelo havia sido absurdo. Assim, com 35 minutos de partida, o time paranaense perdia por 2 a 0 e tinha somente nove homens. O jogo estava resolvido.

Antes que vascaínos se irritem e achem que este post tem o propósito de afirmar que o time de São Januário não venceria sem tantos erros a seu favor, que fique claro: a equipe atleticana é fraca e no confronto entre dois dos times mais mal colocados na tabela, evidentemente o triunfo do Vasco, em seus domínios, era mais do que normal. Mas não podemos fechar os olhos diante de tantos erros.

Anormal foi a forma como ele se configurou. Ou seria normal em se tratando do futebol brasileiro e suas arbitragens tão características, tão ruins? É, amigo, a Liga Anti-Penaltys à Brasileira está de volta. E não basta. Os apitadores brazucas erram muito além das penalidades máximas. Até quando?"

---

Lembrando que esse é o mesmo árbitro que apitou Atlético 3 x 2 Corinthians, na Arena, ano passado, pela Copa do Brasil. Naquela oportunidade ele deixou de expulsar Dentinho, que deu uma cotovelada em Rafael Moura na cara do árbitro. Também marcou um pênalti inexistente no mesmo Dentinho. E também errou nos lances que originaram os dois gols do Corinthians, no final da partida, um deles, de Dentinho. Impressionante.

Muda o adversário e o árbitro, os resultados são os mesmos

Não assisti o jogo contra o Vasco, por isso segue os melhores momentos. Mas tudo continua a mesma coisa. Time mal escalado, jogadores nervosos, erros individuais e muitos erros de arbitragem. Agora tem o Santos, em casa, difícil acreditar num bom resultado.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Novos valores para a conclusão da Arena da Baixada fazem pensar... Vale a pena?

"Na última quarta-feira (14), durante a Assembléia Pública que discutiu as garantias financeiras da realização da Copa 2014 em Curitiba . O clube avisou que terá um prejuízo aproximado de R$ 45 milhões nos dois anos que o estádio ficará fechado para ser adequado ao caderno de encargos da Fifa.


A conta, que segundo o Conselho Fiscal do clube não é nova, prevê inúmeras dificuldades com o período de obras no Joaquim Américo. Dentre os problemas apontados no balanço estão a cessação de arrecadação de lojas, academia, restaurantes, estacionamento; queda de arrecadação na venda de cadeiras e camarotes; menor resultado na venda de publicidade no campo, em todas as competições; despesas com locação de imóvel para o setor administrativo; locação de estádio para mandar jogos, deslocamentos da equipe, hotéis e alimentação, além do passivo trabalhista.


Se a gente não precisasse se adequar ao caderno de encargos da Fifa, e apenas fizermos as obras de conclusão do estádio, a gente poderia continuar mandando os jogos na Arena. Mas com a Copa do Mundo, temos de achar um outro estádio, talvez outra cidade. Londrina?, Cascavel? Não sei...”, argumenta o presidente do Conselho Fiscal do Atlético, Amadeu Geara, lembrando que a definição da praça onde o Atlético mandaria seus jogos, caso a Arena seja confirmada no Mundial, seria uma decisão dos Conselhos Administrativo (presidido Marcos Malucelli) e Deliberativo(presidido Gláucio Geara).


Já contando com a perda destes cerca de R$ 45 milhões, o Atlético estima que R$ 200 milhões serão gastos com a Copa do Mundo em Curitiba. Neste calculo estariam as inclusas as obras no estádio Joaquim Américo, para adequação ao caderno de encargos da Fifa (R$ 138 milhões), e dependências anexas, projetos executivos (RS 12 milhões) e retificação do Rio Água Verde, que passa por baixo da região onde está localizado o estádio(RS 3,2 milhões).


É evidente que o clube fará todo empenho para minimizar ou atenuar algumas das evasões de receita ou do lucro cessante, mas não se pode trabalhar em emocionais equívocos que podem, no futuro, comprometer o patrimônio que os sócios do Atlético consolidaram ao longo dos últimos 86 anos”, disse Geara, lembrando que não se trata de nenhuma conta nova que o governo teria de arcar. Ele deixa claro que serão prejuízos já previstos e que terão de ser arcados pelo Atlético.

Fonte: Gazeta do Povo"

---

Os valores são assustadores. Se pensarmos que o CAP precisará jogar fora da Arena por mais de um ano, o prejuízo será realmente enorme. E não apenas para os cofres do clube. Também afetará diretamente o futebol, afinal, mesmo sem bons resultados nos últimos anos, nosso time sempre foi dependente da Arena.

Pra mim, é uma questão de se adequar. Jogar em Londrina ou Cascavel, por exemplo, seria um absurdo. Tudo bem que angariar novos torcedores no Oeste/Norte é importante. Mas na prática, os jogos teriam públicos ridículos se comparado a jogos em Curitiba, no Couto Pereira, por exemplo.

São tantos problemas que iremos enfrentar durante as obras, que me faz pensar se realmente vale a pena!!!

Ainda acho que vale, mas tudo deve ser muito bem feito. E fazer as coisas bem feitas não tem sido normal no comando do Atlético nos últimos 5 anos.

Atlético perde em casa para o Cruzeiro, com erros de Carpegiani e da arbitragem... nada mudou!


... e nada mudou!

A partida de ontem serviu pra mostrar que, com os reforços, o elenco melhorou tecnicamente, e deve melhorar um pouco mais com a entrada de Guerrón. Mas de que adianta um elenco mais qualificado se o treinador não sabe utilizar as peças que tem.

Carpegiani "começou" muito mal, escalando o time num 4-4-2 meio torto, com dois laterais ofensivos, que marcam pouco, dois volantes fracos que foram mal na marcação, um lateral esquerdo jogando de meia, e Bruno Mineiro jogando praticamente de ponta direita, longe de Alex Mineiro.

E pra piorar, essa mesma formação não foi testada em nenhum dos jogos treino/ amistosos que o Atlético disputou durante a Copa do Mundo.

No segundo tempo, Carpegiani conseguiu arrumou um pouco o time, colocou Branquinho no meio, e Eli Sabiá atrás, o time melhorou, criou várias oportunidades de gol, principalmente com a dupla Mineira (Bruno e Alex). Paulinho, que tinha ido muito mal no primeiro tempo, melhorou jogando como lateral, e Wagner Diniz apareceu bem no fundo em duas oportunidades.

No final da partida, inexplicavelmente, Carpegiani tirou Alex Mineiro (o melhor do Atlético até o momento) e colocou Thiago Santos. A partir daí o Furacão criou menos, pois Alex estava sendo decisivo na criação das jogadas, voltando um pouco pra distribuir as jogadas. Thiago, um dos "reforços" do time, foi bem, mas teve pouco tempo pra jogar.

Erros de arbitragem

Wilson Luiz Seneme e seus auxiliares voltaram a atrapalhar o Furacão. Assim como na partida contra o Botafogo, no ano passado, a arbitragem influenciou diretamente no resultado, anulando um gol rubro-negro ainda no primeiro tempo, quando a partida ainda estava 0 a 0. A frase que começa esse post também faz referência a arbitragem... nada mudou... continuamos sendo garfados.

Troféu "Joinha":

Alex Mineiro e Wagner Diniz


Troféu "Coxinha de Ouro"

Wilson Luiz Seneme, Carpegiani

Segue os melhores momentos da partida

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Justiça não autoriza a antecipação da janela de transferências

Guerrón e Nieto.
"No que depender da Justiça do Trabalho, os clubes basileiros não deverão inscrever os jogadores que foram contratados de times do exterior antes do prazo previsto. O titular da 20ª Vara, Carlos Alberto May, foi quem indeferiu a solicitação de antecipação da janela de transferências para os atletas repatriados. A informação é do jornal Zero Hora.


Com a decisão, os jogadores contratados vindos do exterior só estão liberados para atuar por suas equipes a partir de 1º de agosto. O pedido de liminar havia sido feito pelo advogado da Associação nacional dos Atletas Profissionais e do Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul, Décio Neuhaus.


Agora, Neuhaus fará o pedido por meio de outro fórum trabalhista. O dirigente alega que os jogadores não devem ter de esperar até agosto para poder trabalhar. O prazo para a inscrição na Taça Libertadores é 26 de julho. Até lá, o Inter precisa obter a autorização para inscrever o trio.

Fonte: Globoesporte.com"

[Arena da Baixada] Votação da Arena Copel fica para o dia 03 de agosto

Projeto Arena
"A audiência pública realizada hoje na Assembleia Legislativa pouco avançou no sentido de buscar a solução para o impasse financeiro da Arena da Baixada, visando a Copa de 2014. O que foi definido é que a votação do projeto da "Arena Copel" será no dia 03 de agosto. O encontro começou às 10h, com a presença de representates do governo do Paraná, da Prefeitura de Curitiba, dirigentes do Atlético, além dos deputados e curiosos que foram até o local.


A sessão, conduzida pelo deputado Luiz Claudio Romanelli, criador do projeto de patrocínio da Copel na Arena da Baixada, iniciou com uma exposição do arquiteto Carlos Arcos, responsável pelo projeto de conclusão do estádio atleticano e que explicou o que precisará ser feito para que a Baixada se enquadre nos encargos da Fifa.


Alguns deputados tomaram a palavra, como Stephanes Júnior, que disse que apesar de torcer pelo Coritiba, é a favor do patrocínio da Copel, desde que ele aconteça também para Coritiba e Paraná, e não apenas para o Atlético. Além disso, Júnior apresentou um projeto extra-oficial para a Copa de 2014, que envolveria a construtora O.A.S., a Federação Paranaense de Futebol (FPF), o Coritiba, o Paraná Clube e o governo do Estado para a constução de um estádio no terreno do Pinheirão.


O gestor da Copa em Curitiba, Luiz de Carvalho, defendeu a injeção de capital na Arena da Baixada, pois isso é muito pouco perto do retorno que o Mundial trará para a cidade e para o estado. Por isso, ele se disse a favor do projeto "Arena Copel". Assim como o vereador Algaci Túlio, secretário especial de assuntos da Copa, que também é favorável ao patrocínio da Copel no estádio rubro-negro.


Para Túlio, o Paraná não pode ficar sem sediar a Copa do Mundo de 2014, pois terá vários prejuízos em diversos setores e deixará de receber muitos investimentos. Além disso, ele disse que o estado tem caixa para investir na Arena da Baixada, pois recebeu um bom dinheiro com a revisão da multa do banco Banestado.


O presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Glaucio Geara, também discursou sobre os gastos do clube com a reforma do estádio. Novamente ele reiterou a posição de não se endividar para bancar sozinho os R$ 130 milhões necessários para concluir a Arena. Segundo Geara, a Copa é da cidade e do estado, e não apenas do Atlético. Ele afirmou ainda que o clube vem cumprindo o combinado de bancar 33% das obras, tanto que o anel inferior do setor Brasílio Itiberê e a aquisição de terenos no entorno do estádio foram pagos pelo rubro-negro.


O ex-presidente atleticano e grande responsável por trazer a Copa para Curitiba e para a Baixada, Mário Celso Petraglia, também se mostrou favorável à "Arena Copel". Para ele, se o Mundial não for realizado na Arena, Curitiba será excluída do torneio. Além disso, Petraglia disse que o BNDES não financia estádios e que isso tem que ser feito através de outra instituição.


Arena Copel


O projeto da Arena Copel foi criado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli. A ideia é que a empresa estatal patrocine o Atlético e utilize o nome do estádio como publicidade. Com isso, a Baixada passaria a se chamar Arena Copel, com possibilidade da empresa explorar outras formas de patrocínio e exposição de sua marca. Assim, o clube conseguiria o dinheiro necessário para concluir o estádio nos encargos da Fifa sem se endividar.

Fonte: Tabata Viapiana - Banda B"

terça-feira, 13 de julho de 2010

Federação Gaúcha diz que sindicatos querem ir à Justiça contra CBF

Guerrón e Nieto só estreariam depois
de 3 de agosto
"A janela de transferências deve mesmo ser antecipada. A pedido do Inter e de outros clubes brasileiros, a CBF deve permitir a inscrição de jogadores que vieram do exterior antes de agosto. O presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelletto, afirmou que conversou com o diretor de registros e transferências da CBF, Luiz Gustavo Vieira de Castro, que afirmou existirem 20 solicitações sobre o assunto:


- Ele me disse que tem 20 solicitações de times. E tem fatos mais agravantes que o do Inter, que está contratando. Tem clubes que emprestaram jogadores para campeonatos europeus e esses atletas retornaram para o Brasil em maio, no final das competições. E esses estão sem jogar. Isso é um absurdo - falou.


Para Novelletto, se a CBF não antecipar a janela, o assunto irá acabar na Justiça:


- É questão de bom senso. Os sindicatos do Brasil estão se organizando para entrar na Justiça. No meu ponto de vista, se não der de um jeito, vai dar de outro - disse.


A medida beneficiaria o Inter, que poderia inscrever o meia Tinga e o atacante Rafael Sobis para as partidas decisivas contra o São Paulo pelas semifinais da Libertadores da América. O assessor de imprensa do time paulista, Juca Pacheco, afirmou que o clube não tomará nenhuma medida antes da decisão final da CBF.


A questão deve ser decidida nesta quarta-feira, quando Ricardo Teixeira retorna suas atividades na CBF, depois da Copa do Mundo da África do Sul.

Fonte: Globoesporte.com"

---

A solução é simples. Se todos os clubes da Série A querem antecipar a data de inscrição, que ela seja antecipada. Assim ninguém fica prejudicado e o campeonato ganha MUITO em qualidade, já que os melhores jogadores poderão jogar desde já.

Amanhã é dia de lotar a Arena para Atlético-PR x Cruzeiro, as 19h30min

Amanhã recomeça o Brasileirão, e o Furacão pega a Raposa, na Arena, as 19h30min. Mesmo com o horário horrível (não entendo porque esse horário ainda é usado pela CBF), e com a probabilidade de chuva, a Arena deve ficar praticamente lotada. Pelo menos isso é o que eu espero, já que a ansiedade do torcedor atleticano, assim como a minha, é grande.

Mas o verdadeiro problema ficará dentro de campo mesmo. O time que vai enfrentar o Cruzeiro não deve ter vários desfalques com relação ao time que deve ser o titular para a sequencia do campeonato. O time provável de amanhã, segunda a Furacao.com, será formado por: Neto, Leandro, Manoel, Rhodolfo e Jean; Fransérgio, Renan, Paulo Baier e Paulinho; Bruno Mineiro e Alex Mineiro.

Sim, time muito estranho.

Assim como Carpegiani, eu tenho preferência pelo esquema 4-4-2 (ou 4-2-3-1), mas também acho que o time deve ser montado conforme o elenco que tem. E, no caso do Atlético, os dois melhores laterais são ofensivos, o que indica o esquema 3-5-2 como ideal. Pra mudar pro 4-4-2, Carpegiani está inventando. Leandro na lateral, Jean como lateral defensivo e Paulinho na meia. Espero que de certo.

Eu (que não sou técnico e nem frequento os treinamentos do CAP) escalaria, como time ideal do Furacão:

No 3-5-2: Neto, Rodolffo, Manoel, Eli Sabiá; Wágner Diniz, Paulo Baier, Chico, Branquinho e Jean; Guerrón e Bruno Mineiro.

No 4-4-2 (ou 4-2-3-1): Neto, Wágner Diniz, Rodolffo, Manoel, Jean, Chico e Olberdam, Guerrón, Paulo Baier e Branquinho, Bruno Mineiro.

Isso, claro, com todos os reforços em condições. Mas Carpegiani, que cerca de 30 dias com o time no CT, sabe o que faz.

De qualquer maneira, amanhã vamos pra Arena torcer, seja qual for o Atlético que entrar em campo.

Segue os vídeos dos dois últimos jogos entre Atlético e Cruzeiro, no Brasileiro do ano passado.



segunda-feira, 12 de julho de 2010

Show do goleiro Reina na festa do título espanhol em Madrid

Sensacional a festa que o goleiro Reina comandou em Madrid hoje. Vale a pena conferir.

Guerrón, Nieto, Olberdam e Iván Gonçalez só devem jogar em agosto

"Após 40 dias sem jogos durante a Copa do Mundo, o Campeonato Brasileiro será reiniciado neste meio de semana. O período de recesso da competição foi bem aproveitado pelos clubes, que tiveram tempo para a realização de uma boa intertemporada. O Atlético reestreia no Brasileiro contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 19h30, na Arena. O volante Chico, suspenso, não poderá atuar.

Porém, o técnico Paulo César Carpegiani terá novas opções para armar a equipe. Neste período da Copa do Mundo o Furacão acertou a contratação de dez jogadores. O zagueiro Eli Sabiá, os laterais Paulinho e Éder, os volantes Olberdam e Vitor, os meias Mithyuê e Iván González e os atacantes Nieto, Guerrón e Thiago Santos são os reforços do Rubro-Negro para a sequência da temporada.

Guerrón, Nieto, Olberdam e Iván González só ganharão condições de jogo assim que for aberta a janela de transferência internacional, no dia três de agosto. O lateral-direito Éder também não teve o nome registrado no BID. Mas, os demais atletas poderão fazer parte do time que enfrenta o Cruzeiro nesta quarta-feira. "Tivemos um progresso bom e estamos mais competitivos. Agora temos que mostrar isso na quarta-feira, porque é um jogo onde precisamos vencer", afirmou Carpegiani.

Fonte: site oficial do CAP"

---

Então se preparem, pois o time vai estar modificado, sem os principais reforços e contra um adversário forte. Um a zero com gol impedido seria ótimo já!

"Lar doce lar", por Paulo Perussolo, da Fucacao.com

A coluna de Paulo Perussolo de hoje, na Furacao.com, expressa bem o sentimento de nós atleticanos com o final da Copa e a volta do Campeonato Brasileiro. Segue o texto:

"Viajar é uma das melhores coisas da vida, o único problema é que uma hora ou outra bate uma saudade de casa, de tomar um banho no próprio chuveiro, dormir na própria cama. Não há lugar mais acolhedor e seguro do que nossos lares, onde nos sentimos à vontade e felizes. E quando somos obrigados a ficar longe de casa por uns dias para uma reforma? O banheiro do parente pode ser aquele da capa da revista que a sua esposa ou sua mãe tanto veneram, mas você nunca se sente à vontade. 


A Baixada é cheia de magia, atrai os atleticanos para si, é a segunda casa de muitos torcedores e quase um lar para outros. Quarta-feira acaba o recesso do Campeonato Brasileiro para a Copa do Mundo e o Atlético enfrenta o Cruzeiro no Caldeirão. Será o reencontro do torcedor com a querida Baixada. Aposto que todos estão com muita saudade, aposto ainda que alguns desviaram o caminho, de carro ou a pé, durante esse período, só pra passar em frente ao estádio atleticano.


Mais de quarenta dias longe de casa, não foi fácil agüentar. Com certeza teremos um grande público para o jogo contra o Cruzeiro, não há frio, horário, tempo ruim que afaste a massa rubro-negra da Arena da Baixada. A saudade é tanta e o tempo curto, que a maioria dos atleticanos irá direto do trabalho para o estádio, ou seja, do trabalho para casa.


E para comemorar o retorno ao lar, nada como uma grande festa, não é? Quem gosta de cantar, que cante; há os que preferem assistir sentados, analisando cada lance, e estão com todo direito, afinal em nossa casa cada um de nós manda, mas não deixem de ir. O importante é estarmos todos juntos, fazendo o Caldeirão ferver e botando medo no adversário, como sempre. Hoje ainda é segunda-feira, mas a ansiedade já toma conta. Como é bom estar em casa, lar doce lar."

Então, vamos lotar a Arena, e empurrar nosso time (ainda sem os principais reforços) pra cima do Cruzeiro. Precisamos muito de uma vitória em todos os jogos que fizermos em casa.

domingo, 11 de julho de 2010

De Jong e Zidane vão inventar uma nova arte marcial

... em 2010 ...



... em 2006 ...



Zidane De-Jong, nova arte marcial, exclusiva para finais de Copa do Mundo!


Ah, não podemos esquecer do segurança ninja que impediu um "torcedor" de colocar um gorrinho na taça...



sexta-feira, 9 de julho de 2010

Tartá é dispensado do Atlético e volta ao Fluminense

Tartá não conseguiu se firmar.
"Depois da abundante quantidade de contratações que o Atlético efetuou no período de interrupção da Copa do Mundo, chegou a hora das dispensas. O meia Tartá, que nunca chegou a se firmar no time de Antonio Lopes e também não vinha sendo titular com Paulo César Carpegiani, será devolvido ao Fluminense e já não faz mais parte dos planos do Furacão.

Nesta sexta-feira, em conversa com o NotíciaFC, o diretor de futebol do Atlético, Valmor Zimmerman, confirmou que o jogador já está de malas prontas para retornar ao Rio de Janeiro e revelou que o motivo é o inchaço do grupo. "(a devolução de Tartá) É verdade. Com todas essas contratações, não podemos ficar com um número tão grande de jogadores. Por isso, ele vai voltar para o Fluminense", afirmou o cartola.

Além de Tartá, o volante Alan Bahia também está muito perto de se transferir. Já no Qatar, ele só depende dos exames médicos para acertar com o Al-Khor o contrado de empréstimo por um ano combinado com o Furacão.

Fonte: NotíciaFC.com"

Opinião

Tartá chegou como o substituto imediato de Wesley, teve algumas chances (poucas como titular) e não conseguiu se firmar. Sempre mostrou raça, e sempre foi querido pela torcida, que pediu a entrada do jogador  em diversas oportunidades. Na minha opinião, a diretoria acerta em "devolver" o jogador pro Flu.

Boa sorte Tartá.

Arena da Baixada entra em contagem regressiva para se garantir no Mundial

Da Gazeta:

"O impasse continua, mas já há data para terminar. A Arena da Baixada – e Curitiba – tem até o fim do mês para apresentar as garantias financeiras que viabilizam o término do estádio para a Copa no Brasil, em 2014. A documentação foi cobrada ontem pelo presidente da CBF e do Comitê Organizador Local (COL), Ricardo Teixeira.

“Estou aqui na África do Sul e ainda não vi se chegou o relatório de Curitiba. Quando voltar verei se está tudo ok”, disse ele.

O aval ainda não saiu da capital paranaense. Descuido que despertou a atenção de outras cidades. Florianópolis e Goiânia já começaram a trabalhar nos bastidores para ficar com a indicação curitibana. Hipótese, em princípio, descartada pela alta cúpula do COL.
Teixeira confia nos novos rumos que tomou a negociação. Por isso afrouxou os prazos, não sendo tão rigoroso quanto foi com o Morumbi, em São Paulo.

A matemática que convenceu o mais importante cartola do futebol brasileiro é complexa. Os R$ 100 milhões necessários para concluir o complexo esportivo, de acordo com todas as exigências do caderno de encargos da Fifa, seriam divididos em duas partes. Um terço, ou cerca de R$ 33 milhões, sairiam dos cofres do Atlético – o clube já teria o montante para investir. O restante, algo perto de R$ 66 milhões, viria de um empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), órgão vinculado ao governo federal.

O imbróglio do momento é que para liberar o dinheiro o banco exige garantias. O Conselho Deliberativo do Rubro-Negro proibiu que o próprio estádio e o CT do Caju sejam usados como “fiadores”. Na tentativa de viabilizar a negociação, a diretoria atleticana viajou na semana passada para Brasília (DF). Levou ao BNDES a proposta de dar o potencial construtivo oferecido pela prefeitura municipal para facilitar a liberação do dinheiro.

Segundo o projeto elaborado pelo Palácio 29 de Março, a Lei de Zoneamento de Curitiba seria alterada, fazendo com que o terreno da Arena passe a ser classificado como região de potencial construtivo máximo (categoria especial). Assim, o clube teria condições de negociar uma espécie de bônus construtivo – as construtoras pagariam ao Atlético, que colocaria o dinheiro na Baixada – em troca de poder erguer prédios mais altos do que seria permitido em outras regiões da cidade. Neste caso, o governo do estado, como contrapartida, repassaria à prefeitura R$ 80 milhões para ser aplicado nas desapropriações dos terrenos ao redor do estádio. O órgão ficou de estudar.

Contudo, no caso de o banco recusar o acordo, a Copel entraria como plano B. A estatal paranaense de energia bancaria os R$ 66 milhões recebendo em troca o direito de explorar a publicidade em torno do Furacão – naming rights da praça de esportes, estampar a logo na camisa do time... A proposta teria de ser aprovada na Assembleia Legislativa.

Idas e vindas que se não irritaram totalmente o presidente da CBF a ponto de Curitiba ser excluída do Mundial de 2014, ao menos serviram para deixá-lo desconfiado. Mesmo contra o relógio, os políticos paranaenses demonstram otimismo.

“Goiânia que tire o olho de cima de Curitiba. Iremos sediar a Copa sem dúvida nenhuma”, ressaltou o prefeito Luciano Ducci, que participou nesta quinta-feira (8) em Johannesburgo da festa de lançamento da logomarca da segunda Copa no Brasil. “Vai dar tudo certo”, emendou."

quinta-feira, 8 de julho de 2010

[Arena da Baixada] Curitiba assina acordo de irmandade com cidade-sede da Copa do Mundo

image #1
Luciano Ducci, segundo da direita
para a esquerda, posa em frente
ao totem das cidades-irmãs, em Durban
 Da Gazeta:


"Curitiba e a cidade sul-africana de Durban, sede de sete partidas da Copa do Mundo de 2010, fecharam nesta quarta-feira (7) um acordo de irmandade. Os prefeitos Luciano Ducci e Obed Mlaba assinaram o pacto que prevê intercâmbio de informações e tecnologia entre os municípios.

"Vamos estabelecer parcerias nas áreas de meio ambiente e biodiversidade, entre outras", disse Ducci ao site da prefeitura de Curitiba. “A experiência de Durban na Copa será compartilhada com Curitiba para nossa preparação para a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014", emendou.

Após o fechamento do pacto, os prefeitos inauguraram um totem das cidades-irmãs, que agora conta com uma inscrição em homenagem a Curitiba. O vereador Mario Celso Cunha também esteve presente e presidiu a sessão conjunta da Câmara Municipal de Durban que protocolou o acordo.

A definição da troca de experiências entre os municípios aconteceu ainda em março, durante a Conferência de Cidades Inovadoras, realizada na capital paranense.

Nesta quinta-feira (8), em Johannesburgo, o prefeito curitibano participará do evento de lançamento do Mundial de 2014. O retorno ao Brasil está marcado para a próxima sexta-feira (9)."

---

Mais um passo para a confirmação da Copa em Curitiba.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Empresário de Wallyson explica a negociação do jogador com o Cruzeiro

Wallyson comemorando gol.
 Da Furacao.com:

"A oficialização da contratação do atacante Wallyson, de 21 anos, pelo Cruzeiro, ainda depende da oficialização na Justiça de um acordo da empresa investidora, a HAZ Sport Agency, com o Atlético, clube que tem vínculo com o atleta até 2 de setembro.

Wallyson e seu representante, Flávio Anselmo, ficaram em litígio com o Atlético porque o clube entendia que o contrato dele poderia ser renovado automaticamente a partir de setembro. No entanto, a Justiça determinou que, ao fim do vínculo atual, ele estará liberado.

No entanto, a HAZ, empresa dos agentes argentinos Fernando Hidalgo (ex-representante de Sorín), Gustavo Arribas (representante de Farías) e do israelense Pini Zahavi, entrou em acordo verbal com o Atlético para que Wallyson seja liberado imediatamente. Após o pagamento de uma indenização, não revelada, a empresa ficou com 80% dos direitos do atacante.

Wallyson detém 10% e o empresário Flávio Anselmo, 10%.

Em entrevista ao Superesportes, Gustavo Arribas, da HAZ Sport Agency, confirmou a negociação com o Cruzeiro, mas foi cauteloso, uma vez que os contratos ainda não estão assinados.

Eu estou comprando os direitos do Wallyson para colocar no Cruzeiro. A gente está fazendo os contratos. Está feito verbalmente, mas tem que se assinar os contratos. O problema é que ainda tem uma pendência judicial com o Atlético Paranaense. Nós estamos pagando uma compensação financeira para o Atlético liberar. Embora esteja tudo acordado, ainda estamos fazendo os contratos. Todo mundo está trabalhando para ele ir para o Cruzeiro. O jogador já acertou salários, aparentemente está tudo certo. Mas é melhor esperar até que os contratos estejam assinados”, disse Arribas.

Curiosamente, Arribas é o mesmo empresário que ainda intermedia a vinda do argentino Ernesto Farías, do Porto, para o Cruzeiro, e que realizou uma transação semelhante com o lateral-esquerda Alex Sandro, depois repassado ao Santos.

A HAZ repassaria 30% dos direitos de Wallyson ao Cruzeiro numa futura negociação.

Wallyson marcou gol importante contra o Botafogo em 2009.

História

Wallyson foi revelado pelo ABC de Natal e se profissionalizou em 2007. Naquele ano, ele conquistou o Campeonato Potiguar e foi o artilheiro, com dez gols. No segundo semestre, ajudou o clube a obter o acesso para a Série B e foi o terceiro maior goleador da Série C, com 16 gols.

O assessor de imprensa do ABC, Leonardo Cuca, disse que Wallyson é um jogador “rápido, habilidoso e que parte para cima dos adversários”. “Aqui, ele costumava jogar pelo lado direito, pois é um jogador de velocidade, que usa as beiradas do campo. Posso dizer que tem faro de gol e saiu daqui como ídolo, apesar de jovem”.

Em 2008, Wallyson foi negociado com o Atlético e, a princípio, ficou no time júnior. Ao subir para o profissional, na mesma temporada, o jogador chegou a fazer boas apresentações. No entanto, a titularidade só foi conquistada no ano passado. Wallyson foi até eleito a revelação do Paranaense de 2009.

Apesar disso, a carreira não decolou como todos esperavam. “Havia uma grande expectativa em torno dele, mas ele mostrou ser um jogador comum. É rápido, sabe driblar, chuta bem, é jogador de velocidade. Seu melhor momento foi na Copa do Brasil do ano passado, quando o Atlético enfrentou o Corinthians. Ele fez um dos gols na vitória por 3 a 2 na partida de Curitiba”, disse o repórter Fernando Rudnick, do jornal Gazeta do Povo.

Este ano, Wallyson atuou em apenas dez jogos pelo Atlético e não marcou nenhum gol. Foram nove apresentações pelo Paranaense e um pela Copa do Brasil.

Segundo o assessor de imprensa do ABC, Wallyson está há cerca de 15 dias em Natal. Desde que o seu futuro ficou a cargo da Justiça, ele vem mantendo a forma física no clube potiguar.

Reportagem: Bruno Furtado (Superesportes)"

---

Como já disse aqui no blog, Wallyson tem muito potencial. No Cruzeiro, deve ir bem, e logo seguirá para a Europa. Boa sorte para o atacante!

Guerrón e Nieto apresentados a torcida na Arena

image #1
[créditos: Blog Espaço Atlético]
image #2
[foto: Furacao.com/Fernando Freire]
image #3
[foto: Furacao.com/Fernando Freire]

[Arena da Baixada] Chega de saudade, Juarez Villela Filho, da Furacao.com

image #1
Saudades da Arena lotada!
Por Juarez Villela Filho (Furacao.com):

"Logicamente fiquei chateado com a eliminação do Brasil da Copa do Mundo. Chateado sim, triste não. A gente só perde aquilo que tem e na verdade não me sentia representado por Doni, Josué, Grafite e Felipe Melo, um sujeito que não engraxaria a chuteira do Cocito. Falta mesmo sentirei dos bares cheios de mulheres que se não gostam de futebol, ao menos na Copa estão ali ao nosso lado.

Assim como poderíamos ter ganho ou ao menos chegado mais longe na Copa porque temos camisa, tradição e um time que se não era brilhante era bom, perdemos porque nos faltou camisa e o time, ainda que bom, nunca chegou a ser brilhante. 

Mas confesso: a minha pátria é o Atlético!

Por essa camisa, por essa bandeira eu sofro, discuto, choro, canto, grito e comemoro. Essa camisa eu visto toda semana, não a cada quatro anos. Por essa bandeira eu já atravessei fronteiras, já desafiei o incerto, já me confortei ao longe, já me desesperei tão perto. Essa sim é uma camisa que só visto com amor.

image #2
Baixada vai lotar contra o Cruzeiro.
Fiquei mais triste com a perda do Atletiba e do título este ano do que a derrota diante da Holanda semana passada.

E estou com saudade. Saudade de vibrar e me emocionar ao ver a virada sobre o Botafogo depois de levarmos 2 X 0 fácil em casa. Me emociona muito mais a câimbra do mastro Paulo Baier dando carrinho no final da partida que a finta boba e sem avanço de Robinho. Prefiro ver a dureza com que o garoto Neto impõe à sua defesa do que o “melhor do mundo” Julio Cesar pipocando na hora H. Me salta aos olhos a frieza com que Alex Mineiro põe a bola pra dentro do gol mais do que a frieza em campo do bom menino Kaká.

O Atlético é minha pátria e estou louco de saudades de voltar ao estádio, cantar, vibrar e me emocionar. O Atlético está aqui perto, próximo dos olhos e dentro do meu coração. Diferente de uma Seleção formada por “estrangeiros” que se escondeu no nosso CT, que fugia de seus próprios torcedores na África, que não foi composta por homens que encarassem a galera na volta da Copa, uma Seleção que é divorciada do seu povo.

Uma Seleção que jogou um futebol que só não foi mais chato que o som das vuvuzelas. Reitero a campanha lançada pelo amigo Campelo: torcedor com vuvuzela no estádio, volta com ela dentro do próprio corpo..."

Melhores momentos da partida entre Atlético e Botafogo, dia 02-06-2010.

[Arena da Baixada] Atlético, governo, Fiep e Fecomércio se unem para viabilizar Arena para 2014

Arena 2014: R$160 milhões em
investimentos.
Por Particia Bahr (Furacao.com):

"O governador do Paraná, Orlando Pessuti, revelou que a classe empresarial paranaense está engajada em programas para garantir a sustentabilidade das obras de reformas do estádio da Arena da Baixada, visando a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Na escolinha de governo desta terça-feira, ele comentou sobre a união de representantes do Atlético com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) para as obras.


De acordo com o secretário Especial de Assuntos para a Copa do Mundo 2014, Algaci Túlio, a Fiep e o Atlético já concentram esforços visando uma solução racional para a questão. “Quando a Arena da Baixada foi apontada como uma das possíveis sedes dos jogos da Copa de 2014 o nível de exigências da Fifa eram muito menores que os exigidos agora. São aproximadamente R$ 160 milhões em investimentos. Agora os empresários se uniram a nós para buscarmos as soluções para este impasse”, disse.


Na próxima semana deverá ocorrer uma reunião com diretores da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio), na tentativa de buscar soluções para as obras que precisam ser realizadas na Baixada. Nos últimos dias, representantes da Fiep e do Atlético foram a Brasília conversar com membros do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). O objetivo é tentar baixar os juros do financiamento de R$ 130 milhões, algo em torno de 11%, para viabilizar o empréstimo.


África do Sul


Nesta semana, o governador Orlando Pessuti irá até a Áfricado Sul apresentar ao comitê da Fifa e representantes do Governo Federal o andamento das obras e os projetos que o Paraná está realizando para receber os jogos da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo, em 2014. 


“São diversas secretarias envolvidas nos trabalhos que começaram em 2008. Com o grupo de trabalho criado nesta semana exclusivamente para gerenciar as ações relativas à Copa, temos certeza da linearidade das obras que estão sendo realizadas pelas prefeituras municipais em conjunto com os governos Estadual e Federal. É fundamental que o colegiado de secretários dê o apoio ao Comitê da Copa e ao secretário da Copa para que nenhuma ação se contraponha a outra e que as obras estejam concluídas no prazo”, informou o governador.


Informações: Agência Estadual de Notícias"

terça-feira, 6 de julho de 2010

Wallyson anunciado pelo Cruzeiro

image #1
Wallyson, o "Possesso". As vezes dormia em campo.
A jornalista Nadja Mauad informou, em seu twitter, que o jogador Wallyson, que já não faz parte do elenco atleticano, foi anunciado pelo Cruzeiro.

O caso de Wallyson é curioso. O jogador teve diversas chances na equipe titular do Furacão, e nunca se firmou. Alternou partidas excelentes com partidas melancólicas, quando parecia não ter entrado em campo. Mesmo assim, a torcida (e eu me incluo nessa) sempre teve esperanças com o atacante. Hoje, ele já provou que não vai jogar bem no Atlético, e a melhor opção é mesmo a saída para outro clube.

Ainda acredito que Wallyson vai fazer sucesso fora do Furacão, quem sabe, agora, no Cruzeiro.

Boa sorte pra ele!

Atlético contrata lateral-direito Éder do Gremio Prudente, diz radialista

O radialista Jairo Silva Jr. publicou agora pouco, em seu twitter, notícia falando da possível contratação do lateral-direita Éder, atualmente no Grêmio Prudente. Segue o post:

"Atlético contrata lateral-direito Éder do Gremio Prudente. Jogador de 25 anos, chega amanhã para realizar exames médicos e assinar contrato."

Opinião

Como disse, na semana passada, o diretor de futebol Valmor Zimermann, esse deve ser o último reforço do Atlético para o segundo semestre. A contratação parece ter sido um pedido do treinador Carpegiani, já que ele já declarou que deve jogar no 4-4-2, fazendo com que Wágner Diniz perca espaço, por ser muito ofensivo para esse esquema.

Segue um vídeo de Éder, atuando no campeonato paulista desse ano

Guerrón desembarca amanhã, as 9h25min, no aeroporto Afonso Pena

Ao contrário do que informa a Gazeta do Povo, o site oficial do Atlético informou ontem, as 23h10min, que o atacante Guerrón deve desembarcar, amanhã, quarta-feira (07), as 9h25min da manhã, no aeroporto Afonso Pena.

Seria interessante a torcida do Furacão comparecer no aeroporto, pra mostrar ao jogador, já no desembarque, o apoio incondicional da melhor torcida do país, dando uma prévia do que ele vai sentir jogando na Arena.

E aí, quem vai até o aeroporto?



Atualização (12h00min): A torcida atleticana está se mobilizando para receber o atacante Guerrón, amanhã, as 10h30min, em frente a Arena da Baixada. O site oficial confirmou horário.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Leonardo já negocia e deverá ser o próximo técnico da seleção, diz Trajano

imge #1
Leonardo treinou o Milan na
temporada 2009/2010.
Da ESPN Brasil:

"Leonardo, ex-Milan, está praticamente acertado com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para assumir o comando da seleção brasileira. A informação foi obtida pela ESPN Brasil nesta segunda-feira e divulgada durante a gravação do programa Linha de Passe, que vai ao ar a partir das 21h. 

Segundo informações obtidas junto a uma fonte da ESPN, o ex-treinador do Milan já estaria 90% acertado com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Leonardo seria uma aposta semelhante àquela que foi feita com Dunga após a Copa do Mundo de 2006: a opção por um técnico sem grande experiência na carreira. 

Ao contrário de Dunga, no entanto, Leonardo tem boa relação com a imprensa e não criaria tantas zonas de atrito como as que foram criadas pelo ex-treinador da seleção, acredita Teixeira. 

Além disso, também se encaixaria no perfil de “técnico tampão”: poderia ficar no cargo até que um nome de mais peso, como Luiz Felipe Scolari, pudesse se desligar do Palmeiras após o cumprimento de seu contrato, em 2012. Neste caso, Felipão teria caminho aberto para voltar ao comando da seleção, e Leonardo poderia ser deslocado à função de auxiliar-técnico, já com vistas à Copa de 2014. 

Com o possível anúncio de Leonardo como novo técnico do Brasil, também abre-se a possibilidade de um possível retorno de Ronaldinho Gaúcho à equipe. O treinador comandou Gaúcho no Milan e, pouco antes da Copa do Mundo, defendeu abertamente a convocação do jogador entre os 23 chamados por Dunga para a África do Sul. 

A CBF prometeu divulgar até o fim do mês o nome do novo técnico do Brasil, além dos demais componentes da comissão técnica, inteiramente dissolvida por Ricardo Teixeira após o Mundial da África do Sul. Além de Leonardo e Felipão, outros nomes cotados são Mano Menezes (Corinthians), Ricardo Gomes (São Paulo), Vanderlei Luxemburgo (Atlético-MG) e Muricy Ramalho (Fluminense)."

Antonio Lopes é o novo técnico do Avaí

image #1
Antônio Lopes, o Delegado.
Da Globoesporte.com:

"O técnico Antônio Lopes, cotado para assumir o comando do Avaí, desembarcou no Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, perto do meio-dia desta segunda-feira, dia 5. O profissional foi recebido pelo presidente do Leão, João Nilson Zunino. A tendência é que Lopes assine contrato com o clube catarinense ainda nesta segunda-feira.

Lopes também deve assistir ao jogo do clube contra o contra o Grêmio, às 21h30m, pela última rodada do torneio amistoso do qual também participam Vasco e Coritiba (ambos se enfrentam às 19h30m). Os jogos têm transmissão do SporTV e serão disputados na Ressacada.

O comandante chega para substituir Péricles Chamusca, que deixou o Avaí na última quinta-feira para assinar com o Al-Arabi, do Qatar. Ele havia indicado Sérgio Soares, do Santo André, como opção para substituí-lo. Mas a diretoria optou pela experiência do coordenador técnico da seleção brasileira na campanha do pentacampeonato em 2002.

Lopes, nascido no dia 12 de janeiro de 1941, tem um longo currículo. Começou a carreira de técnico em 1979 e passou por diversos clubes brasileiros e do exterior. Seus principais títulos foram a Copa do Brasil pelo Inter, em 1992, o Campeonato Brasileiro de 1997 e a Libertadores de 1998, ambos pelo Vasco, e o Brasileiro de 2005, pelo Corinthians."

Apesar da reportagem do Globo Esporte não confirmar, a imprensa de Santa Catarina já dá como certa a contratação.

Boa sorte Delegado!