quinta-feira, 10 de junho de 2010

Atlético perde "Atletibinha" e fica com vice da Taça BH

Da Furacão.com:


"O Atlético perdeu para o Coritiba na decisão da Taça BH de Futebol Júnior. O Furacão, que tentava o terceiro título, ficou no 1 a 1 no tempo normal, mas foi superado nos pênaltis. O atacante Bruno Furlan marcou o gol no primeiro tempo e Andrezinho empatou no segundo. Nos pênaltis, 5 a 4 para o time alviverde, que vence a competição pela primeira vez.


Lucas Sotero, Héracles, Edgar e Renato converteram para o Furacão. Já Tomas mandou para fora. Pelo Coritiba, Andrezinho, Rafael Lucas, Tatuí, Janio e Dudu marcaram.


Rubro-Negro sai na frente:


O jogo começou e o Atlético logo partiu para o ataque. A primeira chance foi do atacante Edigar Junio. Ele chutou para a defesa do Rafael Martins. Aos 8 minutos, porém, o goleiro não teve chance. O também atacante Bruno Furlan tentou o cruzamento, a bola pegou efeito e foi direto para o gol – foi o segundo gol dele na competição.


Mesmo após abrir o placar, o Furacão continuou na pressão. Em duas oportunidades, o lateral-esquerda Héracles bateu de fora da área e assustou o goleiro coxa-branca. Aos 11, o atacante Dennis recebeu na área, fez o giro e bateu forte. Rafael Martins se esticou e mandou a bola para escanteio.


O alviverde equilibrou a partida e teve duas chances de empatar, com o atacante Janio, artilheiro da equipe. Na primeira, ele chutou por cima do gol atleticano. Na outra, o jogador bateu firme e Leonardo fez a defesa. Cada time ainda teve uma clara chance de gol – o Coritiba com Andrezinho e o Atlético com Pablo Ricardo – antes do intervalo.


Com um a menos, Atlético leva o empate:


Nos últimos 45 minutos, o Coxa partiu em busca do gol de empate. Porém, prevalecia a forte marcação rubro-negra. O meia Tatuí e Janio, por exemplo, tiveram chances, mas erraram o alvo. O panorama mudou aos 20 minutos. O volante Danilo, que tinha entrado pouco antes, deu uma cotovelada no adversário e recebeu o cartão vermelho.


O técnico atleticano, Paulinho Castro, tirou todos os atacantes para fortalecer a marcação. Só que a zaga atleticana falhou. Aos 31 minutos, o atacante Andrezinho, livre na área, desviou de cabeça e empatou o jogo.


Sem atacantes, o Furacão teve apenas uma chance clara de voltar a ter a vantagem no placar. Aos 33, quando o zagueiro Bruno Pires cobrou falta e acertou a rede pelo lado de fora. Depois, o Coritiba foi com tudo passa a pressão, em busca da virada, e o Atlético tentava a resposta no contra-ataque. A última chance de gol foi coxa-branca: Janio cabeceou e a bola raspou a trave.


Resumo de Atlético 1x1 Coritiba:


06' – Edigar Junio tem a primeira chance de gol do jogo, mas desperdiça.
07' – Após escanteio, Bruno Pires cabeceia fraco e o goleiro Rafael Martins segura firme.
08' – Bruno Furlan bate cruzado, a bola pega efeito e vai direto para o gol – Furacão 1x0. 
09' – Héracles tenta o chute da esquerda, mas a bola sai pela linha de fundo.
11' – Dennis domina na área, faz o giro e bate para defesa do Rafael Martins.
15' – Janio recebe na esquerda e chuta forte, por cima do gol atleticano.
18' – A defesa adversária dá espaço, Héracles bate da entrada da área e o goleiro defende.
28' – Após contra-ataque, Janio bate de fora da área e Leonardo evita o gol de empate.
33' – Bruno Pires cobra falta e a bola sai pela linha de fundo, sem perigo.
34' – Também em cobrança de falta, Dudu manda a bola por cima do gol atleticano.
39' – Andrezinho, pela direita, bate cruzado, a bola desvia em Héracles e sai.
41' – Pablo Ricardo bate falta de longe e o goleiro coxa-branca defende sem rebote.


01' – Dennis arrisca da entrada da área e a bola sobe muito.
05' – Tatuí cobra falta de longe, a bola desvia na defesa rubro-negra e sai para escanteio.
10' – Janio chuta cruzado e a bola passa na frente do goleiro atleticano, sem perigo.
20' – Danilo acerta cotovelada em Tatuí e recebe o cartão vermelho.
28' – A partida esfria: o Coxa não consegue atacar e o Furacão segura a bola no ataque.
31' – Andrezinho desvia de cabeça após cruzamento e empata o jogo – Coritiba 1x1.
33' – Bruno Pires cobra falta com efeito e acerta a rede pelo lado de fora.
38' – Coxa parte para a pressão e Atlético tenta responder no contra-ataque.
42' – Tatuí passa pelo zagueiro e chute cruzado. Leonardo faz a defesa em dois tempos.
47' - Janio cabeceia e a bola raspa a trave na última chance de gol do jogo."

Com certeza todo atleticano queria vencer a Taça BH, ainda mais num Atletiba. Mas a verdade é que campeonato de juniores não vale porcaria nenhum. Não ganha torcida, não traz investidores e nem traz publicidade pro clube.

O que vale mesmo dos times das categorias de base são os futuros talentos que podem jogar no time profissional, e pra isso, acho que a Taça BH serviu. Varios jogadores se destacaram durante o campeonato, e entre eles, Héracles é destaque, na minha opinião. Ele já jogou no time titular do Furacão, e foi bem. Pra mim, pode assumir até a posição de Márcio Azevedo, que corre muito, tem força física, mas técnicamente é fraquíssimo.

Enfim, fica a minha opinião. Parabéns aos jogadores da base rubro-negra e...

Força Furacão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário