quinta-feira, 24 de junho de 2010

AssoCap discutiu, ontem, projeto Copel Arena

E ontem, na reunião da AssoCap, o assunto foi Arena Copel. Segue o texto do site Paraná-Online:

"Um lobby pela Arena Copel. É assim que se pode resumir o seminário de caráter alternativo promovido na tarde de ontem pela Associação de Sócios do Atlético (Assocap).


Desde autoridades políticas até representantes de torcidas organizadas estiveram presentes. Membros da cúpula do Furacão não participaram do debate, apesar do comparecimento do presidente do Conselho de Ética, Rafael de Melo.


O encontro foi uma prévia do que deve ser a audiência pública, do dia 6 de julho, que pretende viabilizar economicamente a Copa do Mundo 2014 em Curitiba a partir do naming rights da Copel.


O Secretário de Estado para a Copa 2014, Algaci Túlio, mostrou toda a preocupação do governador do Paraná, Orlando Pessuti, pela manutenção da casa atleticana como subsede. “Temos uma posição positiva para que o estádio mais moderno do Brasil receba essa competição de renomada importância”. 


Petraglia lidera o movimento.


Já o deputado estadual Luiz Carlos Romanelli, autor do projeto de lei que permite a Copel investir na Arena, manteve a propaganda. “O que pensamos é numa forma de auxiliar o esporte paranaense, não apenas no Atlético. Outros clubes da capital e do interior também podem ser beneficiados”, resumiu.


O discurso foi similar ao do diretor executivo da Assocap, Fábio Vieira. “Os gaúchos têm o Banrisul investindo em times de futebol como Internacional e Grêmio. Nós apoiamos que a Copel invista em times daqui”. 


Para o ex-presidente do Atlético e um dos cabeças do grupo, Mário Celso Petraglia, o futebol paranaense será prejudicado caso Curitiba fique fora da Copa do Mundo. “Todos os grandes centros do país estarão presentes. Nós ficaremos de fora?”, disse. 


Cerca de 50 torcedores assistiram ao encontro, para ouvir e emitir opiniões. “Somos a favor do Atlético, acima de tudo. Vamos esperar pra ver”, disse o fundador da torcida Ultras, Marcelo Lopes, o Rato.


Acompanhando o fundador da organizada, o diretor geral da Ultras, Gabriel Barbosa, garantiu: “Não somos da Assocap. Nossa intenção apenas é fiscalizar e garantir que o Atlético não seja prejudicado financeiramente”."

E a AssoCap também está organizando, para sábado, às 11 horas da manhã, na Boca Maldita, uma coleta de assinaturas para um abaixo-assinado em favor da Copel Arena. A idéia é provar que o projeto tem apoio popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário